quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Dinamarca pronta para dar sua contribuição

O país sede da COP-15 resolveu dar o exemplo e ofereceu doar 160 milhões de euros para um fundo de ajuda aos países em desenvolvimento para sua adaptação às mudanças climáticas. Isto se for alcançado um acordo climático global e outros países fizerem suas contribuições também.

A posição dinamarquesa se declarou alinhada com a visão da União Européia de que é necessário um financiamento de rápido efeito para países em desenvolvimento, de 2010 a 2012, seguido de fluxos privados e públicos a partir de 2013.

"A Dinamarca está agora defendendo fundos climáticos para os países em desenvolvimento, como parte de uma contribuição total da UE. Esta é uma base muito boa para as negociações durante a COP-15. Enviamos um sinal claro aos outros países sobre a necessidade de financiamento em cima da mesa, em Copenhague. Sem financiamento para os países mais pobres mais afetados, não haverá acordo sobre o clima. As necessidades são aqui e agora. Vamos, portanto, imediatamente após a conclusão de um acordo climático internacional arregaçar as mangas e transformar o debate em ação ", publicou o seu Ministério dos Assuntos Exteriores, em seu comunicado (www.um.dk/da/servicemenu/Nyheder/ForsideNyheder/FraForhandlingTilHandling12MiaKrTilKlimaIUdviklingslandene.htm).
********************************
FONTE : Material produzido e editado pela Envolverde/Mercado Ético/Carbono Brasil/Rebia/Campanha Tic-Tac/EcoAgência, e distribuído para reprodução livre com o apoio da Fundação Amazonas Sustentável.

Nenhum comentário: