domingo, 13 de dezembro de 2009

Antes da chegada dos líderes, manifestações e cerceamento as ongs

O sábado da COP-15,foi marcado pelo prosseguimento das negociações e por grandes manifestações aqui em Copenhague. O principal protesto, fez parte de uma jornada mundial contra as mudanças climáticas e por um acordo que garanta a efetiva redução das emissões de gases de efeito estufa.

Militantes percorreram as ruas de Copenhague até o lado de fora do centro de convenções Bella Center, sede do encontro da COP-15 gritando e exibindo cartazes onde se liam: “Não há um planeta B”, “Jusitça Climática Já” e “Bla, bla,bla...ação agora! Ao chegar ao local da COP serão realizados concertos musicais e discursos. Velas também serão acesas em vigília por um acordo corajoso de combate aos efeitos das mudanças climáticas.

E os ecos da grande manifestação sensibilizaram também os que se encontram no interior do Bella Center. Na rápida coletiva ocorrida no final da tarde deste sábado, o secretário-geral da COP, Yvo de Boer, citou a ação dos manifestantes. Ele lembrou ainda que pessoas do mundo todo estão atentas e também se manifestaram em diversas cidades pedindo as autoridades planetárias que busquem firmar um compromisso satisfatório.

Por outro lado, a vida das organizações não governamentais ficará bem mais difícil a partir da próxima terça-feira, dia 15. Os responsáveis pela direção da COP-15 decidiram restringir o acesso de participantes, integrantes de ongs que freqüentam a conferência.

A nota oficial aponta motivos de segurança, segundo a qual, a capacidade do Bella Center está limitada a 15.000 pessoas, o que vem sendo superado diariamente. Segundo os organizadores, dos cerca de 30.000 pessoas registradas para a cúpula, 14.000 integram ONGs.

O evento irá destinar uma cota de autorizações de acesso para cada organização. Quando o teto de acessos previsto pela direção da COP for alcançado, haverá o impedimento de entrada de outros representantes da mesma organização.
******************************
FONTE : Material produzido e editado pela Envolverde/Mercado Ético/Carbono Brasil/Rebia/Campanha Tic-Tac/EcoAgência, e distribuído para reprodução livre com o apoio da Fundação Amazonas Sustentável. (Agência Envolverde)

Nenhum comentário: