sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Governo dá aval a vilarejo irregular em área protegida


Com o apoio do Exército, o ICMBio (Instituto Chico Mendes), do governo federal, regularizou, por meio de um subterfúgio jurídico, uma comunidade clandestina dentro do maior parque nacional do país, na fronteira do Amapá com a Guiana Francesa. Chamada de Vila Brasil, a localidade é separada do departamento francês apenas pelo rio Oiapoque e chega a ser usada como ponto de apoio para o garimpo ilegal no país vizinho. Ao menos 250 pessoas vivem na área, que fica dentro do Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque. O instituto aprovou um plano que considera a comunidade dentro da reserva como uma área de "uso conflitante", mesmo zoneamento que costuma ser aplicado a linhas de transmissão e oleodutos que cortam unidades de conservação. Um termo de compromisso com moradores da vila ainda será firmado.
******************
FONTE : FSP, 7/1/2011, Poder, p.A12.

Nenhum comentário: