sábado, 29 de janeiro de 2011

FLORIANÓPOLIS : VIROSE GASTRONTESTINAL EM TODA A ILHA

SINTOMAS :

- Mal-estar
- Vômito
- Diarreia
- Enjoo
- Dor de cabeça
- Dor no corpo

COMO EVITAR :

- Observe se a água que você bebe é tratada.
- Lave bem as mãos antes de comer.
- Evite colocar as mãos sujas na boca.
- Evite comer produtos que estragam rapidamente, como maionese e presunto.
- Não leve sanduíches prontos para a beira da praia, com os produtos acima. Ele estragam com ainda mais rapidez se não estiverem na geladeira.
- Evite comer alimentos vendidos na beira da praia como queijo coalho, sanduíches e camarões cozidos ao sol. A aparência pode ser boa, mas não se sabe quais as condições de higiene do produto usado ou da pessoa que o prepara.
- Fique alerta às enchentes dos últimos dias: elas podem ter contaminado algum alimento e a água que se bebe. Não ponha a mão nesta água e, em seguida, coma ou a coloque a mão na boca.
Fonte: Vigilância Epidemiológica de Florianópolis

ONDE IR :

- Procure o centro de saúde mais próximo. Além dos 48 postos de saúde espalhados em todos os bairros, a Capital tem duas Unidades de Pronto-Atendimento (UPA): no Norte e no Sul da Ilha.

O QUE FAZER

- A pessoa com o sintoma deve ser tratada com soro e remédios recomendados pelos médicos.
- Beba bastante líquido, como chás, água de coco ou água mineral ou tratada.
- Em crianças e idosos, os sintomas podem ser mais acentuados.
- A duração da virose pode variar de pessoa para pessoa. Algumas curam-se em um único dias, outras levam mais tempo.
- É interessante avisar, também, a Vigilância Epidemiológica do município, que vai investigar o problema: se as causas são provenientes de um único estabelecimento, ou se é da água do mar, que pode ser considerada própria e, na verdade, pode não ser. Os telefones para denunciar são (48) 3212-3922 ou (48) 9985-2710.

**********************
FONTE : UPA NORTE, Secretaria Municipal da Saúde, Vigilância Epidemiológica, Diário Catarinense (edição de 28/janeiro/2011).

2 comentários: