quinta-feira, 24 de setembro de 2009

SC aposta em bioenergia


Empresa alemã apresenta projeto para construir, no Oeste, usina que transforma dejeto suíno em eletricidade

Ipuaçu, no Oeste de SC, está prestes a receber investimentos para construção de uma usina de bioenergia que transforma dejetos suínos em eletricidade. A notícia foi anunciada ontem pelo Secretário de Turismo, Gilmar Knaesel, que participa de missão oficial na Alemanha.

A empresa responsável pela usina será a alemã ME-LE, que segundo Knaesel, apresentará oficialmente o projeto piloto em novembro, em visita de comitiva técnica ao Estado. O investimento privado é da ordem de 1,5 milhão de Euros (R$ 4 milhões). A proposta é construir uma usina com capacidade de 500 KW/hora – o que, por ano, consumiria todos os dejetos de 120 mil suínos.

Knaesel diz que o governo se compromete em “agilizar” o processo burocrático para liberação das licenças ambientais, além de comprar a produção de energia. Segundo o secretário, a prefeitura de Ipuaçu já sinalizou com a proposta de doar um terreno de 30 mil metros quadrados. Aprovado o processo de licenciamento, a previsão é construir a usina no prazo entre seis e nove meses.

Além de produzir energia elétrica, a usina com tecnologia alemã transforma todo o desejo suíno em adubo para a agricultura. O trabalho também renderia créditos de carbono (certificados de ações de redução de gases poluentes, que podem ser comercializados internacionalmente).

Knaesel volta da missão oficial à Alemanha neste sábado e na próxima semana deve se reunir com o governador para tratar das medidas necessárias para agilizar o processo.

– O assunto será tratado como prioridade pelo governo. É um investimento importante contra esse passivo ambiental do dejeto suíno, que hoje é tão grande em Santa Catarina – avalia o secretário de Estado.
*********************************************
FONTE : DC, edição de 24/09/2009

Nenhum comentário: