segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Festa do Dia da Árvore no Rio homenageia centenário de Burle Marx


O paisagista, artista plástico e ambientalista Roberto Burle Marx, que completaria este ano seu centenário, será homenageado nesta segunda-feira (21) pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente do Rio na festa do Dia da Árvore. A homenagem ocorrerá em uma das principais criações do paisagista na cidade, o calçadão da Avenida Atlântica, nos bairros de Copacabana e Leme, das 10h às 19h.

O evento é uma parceria da secretaria com a primeira pessoa física a adotar um grande espaço público no Rio, o administrador de empresas Claudio D´Ávila, morador do Leme há 60 anos. Ele adotou 1.200 metros quadrados do calçadão, com 15 árvores, no canteiro central da Avenida Atlântica, no Leme. A prefeitura do Rio, por meio da Fundação Parques e Jardins, mantém o Programa de Adoção de Áreas Verdes, com o objetivo de integrar a iniciativa privada e a sociedade civil na preservação do patrimônio verde.

A festa do Dia da Árvore também marcará o lançamento do primeiro monumento a Burle Marx no Rio: um gigantesco mosaico arquitetônico vivo, de 40 metros quadrados, a ser formado por 20 mil mudas de plantas nativas ornamentais da Mata Atlântica, em tons diferentes de verde, compondo a fisionomia do homenageado cultivando uma bromélia. A criação é de Claudio D´Ávila e a execução ficará a cargo do arquiteto Carlos Silveira. A inauguração do monumento está prevista para o dia 22 de novembro deste ano.

A festa desta segunda-feira incluirá a presença de dez índios de diferentes etnias que, sob a direção da pajé Niara do Sol, executarão uma pajelança em homenagem à Mãe Natureza (Gaya) e uma dança de saudação às árvores, como símbolo da vida e de preservação do planeta. No encerramento, haverá uma apresentação da banda All That Jazz, liderada pelo trompetista Alexis Andrade, de 86 anos de idade.
******************************************
FONTE : Paulo Virgilio, da Agência Brasil (Envolverde/Agência Brasil)

Nenhum comentário: