terça-feira, 26 de agosto de 2014


Resumo diário de notícias selecionadas
dos principais jornais, revistas, sites especializados e blogs,
além de informações e análises direto do ISA
 
 
HOJE:
Água, Energia, Saneamento, Política Socioambiental
Ano 14
26/08/2014

 

Água

 
  Quase três meses após o início do bombeamento do volume morto, um grande trecho das Represas Jaguari-Jacareí, que representam 82% da capacidade do Sistema Cantareira, virou um córrego. É por um estreito canal que cruza o solo rachado dos reservatórios, entre as cidades de Bragança Paulista e Joanópolis, que a Sabesp tem sugado a água que resta no manancial. Amanhã, metade dos 182,5 bilhões de litros da primeira cota da reserva profunda já terá deixado o sistema para abastecer cerca de 12 milhões de pessoas na Grande São Paulo e na região de Campinas. Só das duas maiores represas do Cantareira, a Sabesp já tinha retirado até ontem 72,3% do volume morto - OESP, 26/8, Metrópole, p.A16.
  "A administração tucana dá sinais de que só enfrentará a crise com a seriedade que ela merece depois das eleições. Até lá, ao que tudo indica, continuará fingindo ser corriqueira uma situação que é preocupante. O exemplo mais recente dessa estratégia está na entrevista concedida por Mauro Arce, secretário estadual de Saneamento e Recursos Hídricos. 'Fomos proibidos pela lei eleitoral de alertar as pessoas na TV', disse Arce. A Justiça já permitiu ao governo levar ao ar peças de esclarecimento, de modo que os paulistas possam combater a escassez de água com o máximo de informação disponível. Se a gestão Geraldo Alckmin não o faz, não é devido à legislação eleitoral, mas ao cálculo eleitoreiro", editorial - FSP, 26/8, Editoriais, p.A2.
   
 

Geral

 
  A Santo Antônio Energia, concessionária responsável pela construção e operação da usina hidrelétrica de mesmo nome no rio Madeira (RO), deixou de apresentar garantias financeiras de R$ 898 milhões à Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e deverá abrir um novo rombo no setor. O prazo para a apresentação das garantias era quinta-feira da semana passada. As garantias cobradas pela usina de Santo Antônio chegavam a R$ 1,018 bilhão. A empresa, no entanto, só entregou o referente a R$ 120 milhões. O presidente da concessionária, Eduardo de Melo Pinto, afirma que não tem como arcar com o valor restante - Valor Econômico, 26/8, Empresas, p.B3.
  Um jantar esta semana irá reunir lideranças da cana, pecuária, soja, café, papel e celulose e outros peso-pesados do agronegócio com o grupo de Marina Silva. A intenção é eliminar estereótipos e preconceitos que o setor possa ter com a ex-senadora e abrir novas frentes de diálogo. O articulador desta aproximação é João Paulo Capobianco, um dos nomes mais próximos da candidata à Presidência do PSB. A aproximação tem por meta derrubar mitos. Marina Silva não irá rever o Código Florestal e nem irá retroceder na lei dos transgênicos. "Nós não faríamos nenhum ato isolado, de alto a baixo, criando confusão", diz Capobianco, ex-secretário-executivo de Marina no Ministério do Meio Ambiente - Valor Econômico, 26/8, Especial, p.A20.
  "Como encarar o disparate de o Brasil ocupar o 112o lugar no ranking mundial do saneamento? Impossível encontrar justificativa econômica, já que é uma área na qual os investimentos públicos registram as mais altas taxas de retorno. Mas agora, políticos e empresários poderão ser persuadidos por utilitarismo, já que o revoltante atraso do sistema de saneamento do país oferece uma ótima oportunidade econômica, além de humanitária e socioambiental, se futuras estações de tratamento de esgotos já forem projetadas com um tripé de novos objetivos: obtenção de materiais estratégicos (com destaque para o fósforo); geração de bioenergias (biodiesel, biogás, bioeletricidade), e reuso da água tratada", artigo de José Eli da Veiga - Valor Econômico, 26/8, Opinião, p.A19.
   
 
Imagens Socioambientais

Nenhum comentário: