terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Manchetes Socioambientais - 22/jan/2013


Código Florestal

Procuradoria questiona novo Código Florestal
O STF vai ter de decidir se o novo Código Florestal está ou não de acordo com a Constituição brasileira. A procuradora-geral da República interina, Sandra Cureau, encaminhou ontem três ações diretas de inconstitucionalidade ao STF questionando artigos da lei que foi aprovada no ano passado, em especial os que se referem às áreas de preservação permanente, à redução da reserva legal e à anistia a quem desmatou ilegalmente até 22 de julho de 2008. Na opinião de Sandra, 23 pontos da nova lei foram considerados inconstitucionais, por reduzirem e extinguirem áreas que eram protegidas na versão anterior do Código. "A criação de espaços territoriais especialmente protegidos decorre do dever de preservar e restaurar os processos ecológicos essenciais, de forma que essa deve ser uma das finalidades da instituição desses espaços", disse em sua justificativa - OESP, 22/1, Vida, p.A13; FSP, 22/1, Poder, p.A7; O Globo, 22/1, País, p.7.


Água

Água: escassez mundial preocupa a ONU
As Nações Unidas declararam 2013 o Ano Internacional da Cooperação pela Água. A preocupação da ONU é que, se nada for feito para mudar o padrão de consumo, dois terços da população global poderão sofrer com escassez de água doce até 2025. Um estudo da Agência Nacional de Águas (ANA) mostra que, dos 29 maiores aglomerados urbanos do país, 16 já precisam achar novos mananciais de água para garantir o abastecimento até 2015. Entre eles estão Campinas, Baixada Santista e a cidade de São Paulo - O Globo, 22/1, Revista Amanhã, p.20 a 28.

Obras da Transposição ganham mais verba
Com conclusão prevista para 2012 e com as obras quase paralisadas, a Transposição do Rio São Francisco ganhou novo alento ontem: o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, assinou nova ordem de serviço no valor de R$ 394,4 milhões para permitir a implantação de barragens, passarelas, túnel e pontes contemplados na Meta 1N, que prevê a captação da água do Rio São Francisco no município de Cabrobó (em Pernambuco) até a barragem de Jati (no Ceará). Ontem, Fernando Bezerra falou que a transposição entra em nova fase: "Serão cerca de seis mil a sete mil pessoas trabalhando no projeto". Atualmente, 4.100 operários trabalham na obra. A transposição prevê a construção de mais de 500 quilômetros de canais, em dois eixos - O Globo, 22/1, País, p.7.


Geral

Novo partido de Marina Silva deve ser lançado dia 16
A reunião que vai oficializar a criação de um novo partido para viabilizar a candidatura da ex-senadora Marina Silva à Presidência da República já tem data marcada: será dia 16 de fevereiro, em Brasília. A informação foi dada ontem pela própria Marina, em entrevista. Hoje, ela se reúne com apoiadores em São Paulo para continuar a discussão sobre o assunto. No encontro, promovido pelo Movimento por uma Nova Política, devem ser apresentados os nomes mais votados em uma enquete virtual para batizar a nova legenda - OESP, 22/1, Nacional, p.A4.

'Vamos responder às mudanças climáticas'
"Vamos responder à ameaça das mudanças climáticas, cientes de que deixar de fazê-lo seria trair nossos filhos e as gerações futuras. Alguns podem negar o parecer dominante da ciência, mas ninguém pode evitar o impacto devastador de incêndios descontrolados, secas devastadoras e tempestades mais poderosas. O caminho em direção a fontes de energia sustentáveis será longo e às vezes difícil. Mas a América não pode resistir a essa transição - precisamos liderá-la. É assim que vamos conservar nossa vitalidade econômica e nosso tesouro nacional: nossas florestas e nossos rios, lagos e mares, nossas terras agrícolas e nosso picos nevados. É assim que vamos preservar nosso planeta, entregue por Deus aos nossos cuidados", discurso de posse de Barack Obama - FSP, 22/1, Mundo, p.A11.

Medidas de bem-estar social e econômico
"A felicidade está sendo considerada um dos indicadores de desenvolvimento a ser levado em consideração no século XXI. Neste contexto, podemos entender felicidade como um sinônimo de bem-estar, que a OMS define como um estado onde indivíduos alcançam seu próprio potencial, trabalham de maneira produtiva e contribuem para a sua comunidade. Em 2012, a Universidade de Columbia publicou o estudo Relatório Mundial sobre a Felicidade. No momento em que se discute o crescimento do produto interno bruto ('Pibinho' ou 'Pibão'), não se pode desconsiderar a ambição da sociedade que é ser feliz. Países como a Alemanha vem investido recursos nos últimos anos para criar metodologias de levantamento de dados sobre a felicidade de sua população. O objetivo é entender quais são os fatores que contribuem e os que subtraem a felicidade", artigo de Suzana Kahn e Walter de Simoni - O Globo, 22/1, Revista Amanhã, p.29.                

**********************************************

FONTE : Manchetes Socioambientais, Boletim de 22/jan/2013

Nenhum comentário: