sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

SUÉCIA E FINLÂNDIA : ABATE ANUAL DAS RENAS

INVESTIGAÇÃO DA WSPA EXPÕE A DURA REALIDADE DO ABATE ANUAL DE RENAS NO NATAL
Atenção: O vídeo contém cenas de sofrimento que não são agradáveis de assistir, especialmente para aqueles que se preocupam com os animais.
Em plena contagem regressiva para o Natal, e em meio às imagens alegres de renas em sua festiva aparição anual, uma investigação da WSPA exibiu cenas registradas na Suécia e na Finlândia, cuja crueldade tanto contrasta com esse clima lúdico: o sofrimento imposto a inúmeros rebanhos de renas, enquanto estas são cercadas, transportadas e abatidas.
Um vídeo que consta do relatório dos investigadores mostra a enorme angústia vivida pelas renas, durante cada etapa do processo de comercialização, em larga escala, de sua carne.
Não se pode permitir que tamanha crueldade continue a ser praticada.
******************
Por favor, assine a carta da WSPA, exigindo que os membros do Conselho Nórdico de Ministros respeitem a Declaração de Växjö, e cumpram as leis em vigor sobre bem-estar animal, a saber: as Leis sobre Bem-Estar Animal promulgadas em 1988 e 1996, na Suécia e na Finlândia, respectivamente.
TEOR DA CARTA :
Prezado Senhor/Prezada Senhora,
Em 2008, o Conselho Nórdico de Ministros (fórum intergovernamental para a cooperação entre os países nórdicos) adotou a Declaração de Växjö, que refletia a convicção de que animais são seres sencientes, dotados de valores próprios, e que, por isso, deveriam ser respeitados como tais.
Na referida declaração, o Conselho também enfatizou a importância do bem-estar animal, assim como a necessidade de torná-lo um reflexo dos valores éticos da sua sociedade, reiterando o pioneirismo das tradições dos países Nórdicos, que sempre se basearam na percepção profunda dos elos entre a saúde dos animais e o bem-estar destes.
Recentemente, a WSPA - Sociedade Mundial de Proteção Animal registrou casos de cercos, transportes e abates de renas, tanto na Suécia quanto na Finlândia, que despertam atenção para a ocorrência de problemas graves relacionados ao bem-estar animal, e à prática de condutas incompatíveis com os valores tutelados pela Declaração de Växjö, pelas Diretivas da União Europeia, e pela legislação nacional que regula a matéria.
Alguns indícios importantes, obtidos por meio de investigações, e devidamente documentados, fornecem exemplos decepcionantes de violações ao bem-estar animal das renas.
Assim sendo, solicito que o Conselho Nórdico de Ministros confira à situação um tratamento coerente com as declarações por ele prestadas em abril de 2008, logo após a edição da Declaração de Växjö, que convoca o governo a fiscalizar minuciosamente o cumprimento às regras de bem-estar animal durante o processo de produção de alimentos.
Em sua declaração, os Ministros reiteraram os anseios também dos consumidores nórdicos, no sentido de que o processo de fabricação de alimentos seja pautado pelo respeito ao bem-estar animal.
Após examinar os registros feitos pela WSPA, que mostram cenas de desrespeito ao bem-estar animal e, mais particularmente, de maus-tratos impostos as renas, desejo reafirmar que tanto eu quanto outras pessoas, nos países Nórdicos e no mundo inteiro, continuamos esperando que o cuidado com o bem-estar animal seja uma preocupação fundamental durante a fabricação de alimentos na região Nórdica.
Atenciosamente,
OBS: para assinar esta carta, acesse:
http://e-activist.com/ea-campaign/clientcampaign.do?ea.client.id=24&ea.campaign.id=8754&j=11952433&e=andromeda.works@yahoo.com.br&l=1774007_HTML&u=109275668&mid=80880&jb=0

Nenhum comentário: