sexta-feira, 29 de março de 2013

Parque é fechado após morte de animais por tuberculose bovina


Pampas Safari de Gravataí também foi interditado para circulação de pessoas


Parque é fechado após morte de animais por tuberculose bovina <br /><b>Crédito: </b> Glauco Malta / Pampa Safári / CP
Parque é fechado após morte de animais por tuberculose bovina
Crédito: Glauco Malta / Pampa Safári / CP
 
O Pampas Safari de Gravataí, na região Metropolitana de Porto Alegre, foi fechado nesta quinta-feira após uma inspeção de técnicos do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) e da Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Agronegócio (Seapa). De acordo com o Ibama, a fiscalização foi realizada em razão de denúncias sobre a morte de animais por tuberculose bovina.

Está proibida a entrada e a saída de animais do local – um dos maiores parques naturais da América Latina e que abriga animais selvagens – assim como a circulação de pessoas por tempo indeterminado. Os animais do Pampa Safári passarão por uma série de exames e Ibama e Seapa vão avaliar que medidas serão tomadas para a reabertura do parque.

A denúncia sobre as mortes foram confirmadas com a realização de exames no laboratório da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) e por meio de necropsia. O Ibama não confirmou o número de mortes, mas adiantou que mais de uma espécie de animal teria sido contaminada.

Apesar de rara, a tuberculose bovina pode ser transmitida para pessoas. A doença é causada por uma bactéria e os bovinos são os principais hospedeiros, embora outros animais possam ser contaminados.

O Pampas Safari, fundado há 35 anos, fica às margens da ERS 20. É um parque privado, referência nacional e mundial na criação de animais selvagens. Cerca de 2 mil animais são abrigados na área de 320 hectares. O Correio do Povo tentou entrar em contato com a administração do local por telefone, mas não obteve sucesso.
*****************************************

FONTE : Correio do Povo, 21/3/2013

Nenhum comentário: