sábado, 27 de setembro de 2014

TORTURA DE ANIMAIS : Campanha reúne 100 mil assinaturas contra a venda de peles de animais na moda

27 de setembro de 2014 

Por Loren Claire Boppré Canales (da Redação da ANDA)
Foto: Igualdade Animal
Foto: Igualdade Animal
A campanha “STOP Moda Cruel” organizada pela ONG Igualdade Animal (Igualdad Animal) supera as 100.000 assinaturas. A organização internacional lançou uma petição mundial para encorajar as marcasBurberry, Dior, Armani, Yves Saint Laurent, Louis Vuitton, Marc Jacobs, e Diane Von Furtenberg a deixar de vender peles.
O movimento começou no último dia 04 de setembro e não para de crescer. Inclusive celebridades como Alicia Silverstone se juntaram à campanha pedindo que estas empresas deixem de vender peles.
Conforme publicado recentemente na ANDA, durante uma investigação secreta realizada por 2 anos em granjas de coelhos na Espanha, os ativistas documentaram maus-tratos violentos nesses estabelecimentos, como por exemplo, granjeiros batendo em coelhos doentes até a morte em frente dos seus amedrontados companheiros de jaula. Os demais animais mutilados, doentes ou com graves feridas eram deixados sofrendo sem tratamento veterinário.
ONG Igualdade Animal criou a página StopModaCruel.org e o vídeo com imagens inéditas que mostram a brutalidade que é exercida nestas granjas e declarações de Francisco Cuberes, responsável da empresa de curtume Curticub, e de Lidia Nogue, da empresa Galaico Catalana, onde manifestam que vendem peles de coelho a grandes marcas de moda.
“Mais de 100 mil pessoas já assinaram a nossa petição pedindo a estas grandes empresas que deixem de vender peles. É uma mensagem muito clara, em pleno século XXI têm que apostar por uma moda sem crueldade animal. É paradoxal que um mundo que diz estar na vanguarda neste tema siga tão preso no passado”. Manifestou Javier Moreno, coordenador internacional da ONG Igualdade Animal.
Entre agora em StopModaCruel.org e assine a petição. Existem no mercado inúmeras alternativas vegetais e sintéticas que não implicam causar danos aos animais.

    Nenhum comentário: