sexta-feira, 26 de setembro de 2014

CONTROLE POPULACIONAL : Prefeitura de Londrina quer castrar cães e gatos de beneficiários do Bolsa Família


25 de setembro de 2014 

A Prefeitura de Londrina quer contratar uma clínica veterinária para oferecer um serviço de castração para cães e gatos dos beneficiários do programa Bolsa Família. A chamada pública, para a contratação da clínica, foi divulgada nesta terça-feira (23) pela atual administração.
A ação vai auxiliar no controle da população destes animais em Londrina. A previsão é de que, aproximadamente, 2 mil animais entre cães e gatos sejam castrados.
O projeto prevê, além da castração, o fornecimento de vermifugação, vacinação e a identificação eletrônica dos animais por meio da aplicação de microchip. Com ele, será possível a obtenção de dados que relacionam o animal ao seu guardião, através de um número único. “Com isso, espera-se dificultar o abandono de animais, pois a pessoa poderá ser responsabilizada por práticas de maus tratos a animais”, explicou o veterinário da Vigilância Ambiental do município, Alessandro Caseri.
De acordo com Caseri, o projeto é importante, pois muitos tutores deixam seus animais soltos, aumentando os índices de proliferação progressiva. O interesse é diminuir o número de animais abandonados nas ruas, em Organizações não Governamentais (Ongs) e também diminuir os riscos de transmissão de diversas doenças.
A realização dos serviços da Campanha de Controle de Populações de Cães e Gatos será em clínicas ou hospitais veterinários particulares, credenciados junto a Prefeitura, sem caráter de exclusividade. O período de duração do projeto é de um ano, porém, de acordo com Caseri, poderá ser prorrogado por mais um ano. O trabalho é destinado àqueles que não têm condições de realizar a castração de seu animal em clínicas particulares. “O projeto foi aprovado para pessoas que recebem o Bolsa Família, pois elas raramente terão acesso à castração paga de seus animais. É um procedimento eletivo e o animal não corre risco de vida caso não a faça.”
Quem se interessar deve possuir documento de identificação, cartão do Bolsa Família e comprovante de residência para realizar o cadastro. Mais informações pelo telefone 3372-9407 e a chama pública completa pode ser acessada o Jornal Oficial do Município nº 2.532, publicado hoje no portal da prefeitura.
Fonte: Bonde

Nenhum comentário: