segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Gás malcheiroso vira combustível de carros


Na foto, João Campos, criador da máquina captora de gás.
*******************************************************
Joinvilense desenvolveu uma máquina que capta gás produzido no lixão e transforma em GNV para veículos

Do fedorento aterro sanitário de Joinville surgiu uma pequena revolução. O gás liberado no lixão e que polui a atmosfera poderá, em breve, alimentar veículos e máquinas da indústria.

Tudo graças à teimosia de um joinvilense. Foram 23 anos de tentativas de um rapaz com pouco estudo. Até que João Campos, 48 anos, criou o protótipo da máquina de captação de biogás/GNV:

– Estou tão perto do que sonhei quase toda a vida que fico desconfiado. Quando ligo a máquina, e vejo que funciona, lembro de tanta coisa que parece um filme.

Em 1984, Campos tinha terminado o ensino médio. Trabalhava na construção da área administrativa do aterro sanitário. Olhava para a drenagem (saídas de gás) do aterro e dizia para si mesmo.

– Esse gás tem que ter alguma utilidade – pensava.

Cursos depois, e já trabalhando com ar-condicionado, ele começou a estudar os gases e as reações químicas. Nem começou faculdade.

Nos finais de semana, fazia muitos testes. Voltava fedorento do lixão, para desespero da mulher e do filho. João coletava o gás, voltava para o laboratório de fundo-de-quintal, que foi montando aos poucos. As mangueiras e compressores eram destruídos conforme as experiências.

– Passei dias inteiros lá. Gastava o troquinho que ganhava a mais em livros, cursos e em equipamento para os testes – lembra.

Tudo ficou mais sério no final dos anos 1990, quando desenvolveu seus primeiros protótipos. Uma luta sem fim. João comprou um terreno quase no meio do mato. Virou uma espécie de laboratório.

– Lá não levo quase ninguém. É minha caverna. Se eu contar que faço experiências lá, capaz de os vizinhos se assustarem – revela.

A reportagem acompanhou o abastecimento de um carro com o GNV que veio do aterro sanitário. O veículo estava com os cilindros vazios. Dois dos quatro ponteiros do medidor acenderam. A reportagem andou com o carro, que teve desempenho normal.

Joinville
Fonte de energia
Gás metano
> Também é chamado de biogás, pois pode ser produzido pela decomposição de resíduos orgânicos, como lixo e esgoto. Em contato com o ar, se transforma em mistura de alto teor explosivo. Não tem cheiro, nem cor – 60% da emissão de metano no mundo é produto da ação humana. A decomposição dos resíduos orgânicos é uma grande fonte de emissão de gases, principalmente o metano – 22 vezes mais poluente que o gás carbônico
Por que usar biogás
> A emissão descontrolada do biogás de aterros sanitários causa odor
> O metano é um perigo potencial por ser combustível e explosivo em concentrações entre 5% a 15% no ar. O uso comercial torna esse risco controlado
> A transformação do gás metano em um produto para uso em motores ou outro tipo de conversor de energia reduz o potencial de aquecimento global
> Os projetos de uso do biogás têm potencial de gerar renda, tanto para pequenas empresas quanto para grandes cidades
Principais aplicações
> Combustível direto em sistemas de aquecimentos
> Combustível direto em motores
> Geração de energia elétrica
> Uso na indústria para fabricação de outros produtos
**********************************************
FONTE : DC (Foto : Rogério da Silva)

Nenhum comentário: