domingo, 8 de fevereiro de 2009

MEIO AMBIENTE EM FLORIANÓPOLIS - (3)


FOTO : Lixão do trevo do Avai, onde urubus tranquilamente se alimentam.
********************************************************************
Gostaria de chamar a atenção das autoridades responsáveis para o lixão que vem se formando no trevo do Avaí, na Capital.

Para surpresa dos que transitam pela Avenida Diomício Freitas o tempo de existência do lixão é grande. Ali já habitam, tranquilamente, urubus e ratos.

Causa estranheza que para construir a conclusão da Via Expressa Sul o licenciamento ambiental coloca toda sorte de dificuldades. Será que este lixão tem licenciamento para proteger os urubus, porque se forem caranguejos já estão comprometidos pelo lixão que fatalmente avançará sobre o mangue.

Com a palavra os responsáveis pela administração municipal e técnicos e/ou especialistas em meio ambiente e saúde pública.


O gerente do Departamento de Limpeza Pública da Comcap, Paulo Nunes, informa que houve um período em que proprietários de terrenos, nas imediações do campo de treinamento do Avaí, permitiram a deposição de entulho no local com interesse em aterrar parte da área. Agora, que o local está edificado, a deposição irregular de entulho deslocou-se para mais próximo do trevo. A Comcap articula ação conjunta com a Floram e a Susp para impedir a ação irregular que, tem razão o leitor, causa danos ao mangue.

A prefeitura esclarece, ainda, que as denúncias formais podem ser feitas diretamente à Floram (3251-6964), pois jogar entulhos no meio ambiente gera multa de R$ 4 mil.
*****************************
FONTE : denúncia de EDISON MANOEL PEREIRA no DC, edição de 22/01/2009.

Nenhum comentário: