sexta-feira, 24 de maio de 2013

PORTO ALEGRE : Protesto volta a pedir fim do corte de árvores no Gasômetro

Manifestantes percorreram ruas centrais de Porto Alegre e se mobilizam em acampamento


Protesto em frente à prefeitura volta a pedir fim do corte de árvores no Gasômetro. Veja mais fotos
Crédito: Mauro Schaefer
Um novo protesto em frente ao Paço Municipal tenta impedir o corte de árvores no entorno da Usina do Gasômetro, em Porto Alegre. Manifestantes da Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan) protestam contra as obras de duplicação da Avenida Beira-Rio, que obrigará a derrubada da vegetação não-nativa.

A expectativa do movimento é de reunir 200 pessoas em frente à prefeitura. Depois disso, o grupo saiu em caminhada pelas ruas centrais de Porto Alegre. O percurso percorreu a rua da Praia e a avenida Mauá até o Gasômetro, chegando ao acampamento de ativistas que há mais de 30 dias reclamam contra as obras e corte de árvores.

Apesar de o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS) ter autorizado o corte de árvores para a duplicação da avenida, o grupo acampado no Parque da Harmonia promete se acorrentar às árvores para evitar a derrubada. Por outro lado, existem pessoas que veem a situação como progresso da cidade, que precisa melhorar o trânsito na região central.

O corte de árvores foi autorizado no dia último dia 17. Por três votos a zero, os desembargadores liberaram a retirada de cerca de 100 árvores na avenida Edvaldo Pereira Paiva. A decisão foi tomada pelo relator Carlos Eduardo Duro, pela presidente da Câmara, Maria Isabel Souza, e pelo desembargador Eduardo Kraemer.


Com rosto pintado, menina pediu o fim dos cortes das árvores no Gasômetro | Foto: Mauro Schaefer
Fonte: Cristiano Soares/Rádio Guaíba

Nenhum comentário: