terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

PESCA SUSTENTÁVEL

Alinhado aos objetivos estratégicos do Plano Plurianual do Governo do Estado e às diretrizes da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, o Instituto de Pesca buscará, em 2016, fortalecer a integração entre a pesquisa científica, a difusão da tecnologia para o fomento da produção do pequeno produtor.
De acordo com o diretor do IP, Luiz Marques da Silva Ayroza, o Instituto elegeu como prioritários a preservação do meio ambiente e sustentabilidade, a competitividade econômica e a eficiência e inovação na gestão pública. “Vamos trabalhar com estudos sobre a capacidade de suporte de empreendimentos de aquicultura em reservatórios e sustentabilidade sobre as atividades de pesca e aquicultura, bem como analisar o risco de impacto ambiental de atividades sobre o ecossistema aquático”, explicou o especialista.
O diretor do IP adiantou que o instituto se empenhará na viabilização técnica e econômica da cadeia produtiva de pescado e na busca por tecnologias para automação dos sistemas e o processamento do produto.
As ações prioritárias para o desenvolvimento da pesca paulista neste ano incluem ainda o aumento da captação de recursos externos por meio das fundações e das agências de fomento, a realização de obras para adequação estrutural dos quatro centros temáticos do Instituto e o estabelecimento de contratos para a prestação de serviços terceirizados.
A partir de 2017, o Instituto planeja implantar ações de combate à pobreza e desigualdade social, para a resiliência às mudanças climáticas e capacitação da população. (#Envolverde)

Nenhum comentário: