quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Inscrições abertas em curso online sobre zika para profissionais de saúde



interesse público

A opção pela oferta em formato EaD permite atuar com rapidez e em todo território nacional
O curso online “Zika: abordagem clínica na atenção básica” está com inscrições abertas. Elaborado pela Fiocruz Mato Grosso do Sul, em parceria com as universidades federais de Mato Grosso do Sul e de Pernambuco (UFMS e UFPE, respectivamente), a Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande e a Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), a iniciativa é voltada para profissionais de nível superior da atenção básica. O conteúdo abordará questões relacionadas a suspeita, notificação, investigação, diagnóstico e conduta nos casos e situações tratadas nos protocolos aprovados pelo Ministério da Saúde (MS) para a doença.
Em apenas 48 horas após o início das inscrições, cerca de sete mil profissionais já haviam se cadastrado na plataforma. Segundo o coordenador da Fiocruz Mato Grosso do Sul, Rivaldo Venâncio, a expectativa é atingir toda a rede de profissionais de nível superior envolvidos na atenção básica. Venâncio destaca que isso só é possível devido ao formato do curso: online e a distância. “Caso fôssemos oferecer esse conteúdo presencialmente iríamos levar um tempo enorme para capacitar todo este contingente. Em um momento de emergência sanitária global, um curso acessível de qualquer lugar e com facilidade é uma iniciativa rápida e eficaz na melhoria do atendimento e do diagnóstico ao paciente com suspeita de zika”, explica ele.
O conteúdo é trabalhado por meio de atividades interativas, estudo de casos-clínicos e vídeos com especialistas e entrevistas, com destaque para a abordagem do diagnóstico diferencial da doença. Além disso, são disponibilizados, na biblioteca virtual, livros e vídeos com conteúdos referentes ao tema para o aluno que desejar aprofundar seus conhecimentos. “A plataforma também possui um fórum que nos permitirá, a partir dos questionamentos gerados, atualizar constantemente o conteúdo. Como se trata de uma enfermidade nova, este tipo de facilidade é de extrema importância”, esclarece o coordenador.
O curso é uma iniciativa do MS – por meio da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES), da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) e da Secretaria de Atenção à Saúde (SAS) – da secretaria executiva da UNA-SUS (SE-UNA-SUS), da Fiocruz Mato Grosso do Sul e Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).
SERVIÇO
As matrículas podem ser realizadas de 19 de fevereiro de 2016 a 15 de fevereiro 2017.
Para realizar a inscrição, clique aqui.
Mais informações

in EcoDebate, 24/02/2016

Nenhum comentário: