sexta-feira, 7 de abril de 2017




Resumo diário de notícias selecionadas
dos principais jornais, revistas, sites especializados e blogs,
além de informações e análises direto do ISA
 
 
HOJE:
Água, Amazônia, Biodiversidade, Energia, Mudanças Climáticas, Povos Indígenas, Quilombolas, Racismo, UCs
Ano 17
07/04/2017

 

Direto do ISA

 
  Documento encaminhado ao MPF exige punição por falas ofensivas em clube judeu no Rio de Janeiro Direto do ISA, 7/4.
  Fiscalização, índios isolados e de recente contato, emissão de documentos e acesso a benefícios sociais devem ser prejudicados em várias regiões Direto do ISA, 6/4.
  A Associação Rede de Sementes celebra 10 anos de história e lança guia de gestão que reúne o conjunto de procedimentos, acordos e critérios para o trabalho com as sementes florestais Blog do Xingu/ISA, 4/4.
  
 

Belo Monte

 
  A Corte Especial do Tribunal Regional Federal da 1ª Região acatou recurso do MPF e, por nove votos a cinco, seguindo o relator, determinou a suspensão da Licença de Operação da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. O funcionamento da usina havia sido suspenso por liminar concedida pela Justiça Federal no Pará até que fosse integralmente realizado o saneamento básico da cidade de Altamira (PA), uma das condicionantes do empreendimento MPF, 6/4.
  
 

Racismo

 
  Parlamentares da oposição e a Coordenação Nacional das Comunidades Negras Rurais Quilombolas e Terra de Direitos protocolaram ontem representação na Procuradoria-Geral da República contra o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) sob a acusação de ter praticado crime de racismo durante palestra no Clube Hebraico, no Rio, na segunda-feira. Na ocasião, ele fez afirmações jocosas sobres negros, indígenas, mulheres, gays e refugiados OESP, 7/4, Política, p.A7
  
 

Água

 
  "A degradação das áreas de proteção dos mananciais das grandes concentrações urbanas do Estado de São Paulo é um problema que se arrasta há décadas, agravando-se continuamente e colocando em risco o fornecimento de água para essas regiões. Tanto os estudos a respeito como as advertências sobre as consequências facilmente previsíveis para a população desse desleixo se sucedem, sem que as autoridades estaduais e municipais, cada uma em sua área de competência, tomem as providências que se impõem para a solução do problema. Dois estudos recentes não deixam dúvidas sobre a necessidade de agir o mais rapidamente possível para evitar o pior", editorial OESP, 7/4, Notas e Informações, p.A3.
  
 

Nenhum comentário: