terça-feira, 11 de abril de 2017




Resumo diário de notícias selecionadas
dos principais jornais, revistas, sites especializados e blogs,
além de informações e análises direto do ISA
 
 
HOJE:
Água, Amazônia, Áreas Protegidas, Biodiversidade, Energia, Licenciamento Ambiental, Mineração, Mudanças Climáticas, Povos Indígenas, Quilombolas, Caatinga
Ano 17
11/04/2017

 

Amazônia

 
  Relatório de Medida Provisória torna 660 mil hectares de áreas protegidas vulneráveis à grilagem e desmatamento no oeste do Pará Direto do ISA, 10/4.
  Depois de mais de 30 anos fechada à atividade de mineração, uma imensa área da Amazônia rica em ouro será concedida à iniciativa privada. Por meio de uma portaria publicada na edição de sexta-feira do Diário Oficial da União, o Ministério das Minas e Energia abriu caminho para a extinção da Reserva Nacional de Cobre e Associados (Renca) criada em 1984 ainda durante a ditadura militar. A expectativa do governo é leiloar áreas no fim do ano. Apesar de ter cobre no nome, a reserva, localizada entre os Estados do Amapá e do Pará, é rica sobretudo em ouro, mas também em tântalo, minério de ferro, níquel, manganês e outros. Não há informações sobre o tamanho dos depósitos. Mas a avaliação do Ministério é que a área poderá se tornar algo de relevância mundial. A Renca tem 46 mil quilômetros quadrados Valor Econômico, 11/4, Brasil, p.A5.
  "Afora o pagamento de propinas investigado pela Lava Jato, Belo Monte reedita outras tantas mazelas que afetam as grandes obras no Brasil: planejamento deficiente, descaso com os impactos sobre a população local e recurso à tática dos fatos consumados. Embora nem sempre funcionem bem, nesse caso Justiça e Ministério Público vieram contra-arrestar tal atração atávica pelo atraso", editorial FSP, 11/4, Editoriais, p.A2.
  
 

Quilombolas

 
  O Ministério Público Federal decidiu processar o deputado federal Jair Bolsonaro por discriminação contra comunidades quilombolas e a comunidade negra. O pedido de ação civil pública se baseou em declarações feitas durante discurso no Clube Hebraica, no Rio, na última segunda (3). Se condenado, o deputado, pré-candidato a presidente em 2018, pode ser obrigado a pagar indenização de R$ 300 mil por danos morais coletivos. Em comunicado, o MPF diz que "o julgamento ofensivo, preconceituoso e discriminatório do réu a respeito das populações negras e quilombolas é incontestável" FSP, 11/4, Poder, p.A7.
  
 

Biodiversidade

 
 
O surto de febre amarela ameaça provocar a extinção do bugio-ruivo-do-norte, uma das espécies de primatas que vivem na Mata Atlântica, especialmente em Minas e no Espírito Santo. Pela primeira vez desde o início do século XX, a Humanidade está em vias de testemunhar a extinção de um primata. A febre amarela pode extinguir uma subespécie de guariba que figura entre os cinco macacos das Américas que estão no grupo de maior risco de todo o planeta. Antes da febre chegar e provocar a maior mortalidade de macacos da Mata Atlântica que se tem registro no Brasil, restavam apenas cerca de 250 bugios-ruivos-do-norte O Globo, 11/4, Sociedade, p.23.
  
 

Energia

 
  Com o objetivo de reduzir os custos de geração de energia elétrica e aproveitar o aumento da produção de gás, o governo começa a estudar a possibilidade de construir termelétricas a gás natural que seriam usadas em operação contínua, como ocorre hoje com as hidrelétricas, afirmou o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho. No modelo atual, as usinas termelétricas operam apenas quando é necessário preservar o nível dos reservatórios, e, por isso, sua energia tem custo mais alto. "Estamos pensando, pois uma térmica inflexível, que roda na base o tempo todo, tem um custo de operação muito menor", destacou o ministro O Globo, 11/4, Economia, p.19.
  
 

Nenhum comentário: