quarta-feira, 15 de setembro de 2010

SANTA CATARINA : alunos aprendem e ensinam sobre o lixo

Estudantes fazem mostra de trabalhos e reivindicam coleta seletiva em Santo Amaro da ImperatrizA faixa na entrada da escola mostra a pressão exercida por professores e estudantes: “Por que não temos coleta seletiva em Santo Amaro da Imperatriz”? E a ação da escola não fica só na retórica. Ontem foi realizada a 1ª Mostra Nereu Ramos de Educação Ambiental, com atividades de educação sobre o tema.

Quem passou pelo colégio estadual pôde ver estudantes empolgados. A ação teve apresentações de documentários realizados pelos estudantes, desfile de moda com roupa reciclada, além de debates.

O diretor José Vanderlinde explica que todo ano um assunto é escolhido para ser debatido. Neste, a Copa do Mundo sofreu uma derrota para a reciclagem de lixo. No primeiro semestre, os professores participaram de capacitação, por meio de palestras e visitas. Uma delas foi a ida até Angelina, também na Grande Florianópolis, onde há coleta seletiva.

Uma pesquisa realizada com mil pessoas de Santo Amaro mostrou que, em 12 bairros, a percentagem ficou superior a 90% quando os entrevistados foram questionados se “você concorda com a coleta seletiva em Santo Amaro”.

No segundo semestre, começaram as atividades com os alunos. E aumentou a pressão. Professores e estudantes já visitaram o prefeito, a Câmara de Vereadores e a Secretaria do Meio Ambiente. No desfile de 7 de Setembro, foram com uma camiseta com os dizeres “Recicle sua vida”.

– Às vezes as ideias ficam restritas às escolas. Nós atuamos com o poder público. Se não der certo dessa forma, vamos fazer abaixo-assinado e manifestações. Nós queremos a coleta seletiva e vamos lutar por isso – argumentou a professora de ciências Angelita Maria dos Santos Felisbino.

Segundo o secretário de Meio Ambiente de Santo Amaro da Imperatriz, Fábio Turnes, ainda não há um projeto para a coleta seletiva de lixo.

Mas ele diz que estudos estão sendo feitos e que a ideia é que o sistema seja implementado no ano que vem.

A discussão sobre o meio ambiente não é novidade na escola. Desde 2003 há atividades em relação ao assunto, como uma horta e um pomar.

Um grupo da 5ª e 6ª séries do ensino fundamental também recolhe lixos recicláveis nas salas de aula. Depois de separarem, vendem os materiais. Com esse trabalho, uma turma já foi ao Beto Carrero World com o dinheiro arrecadado.

Em outubro, outros estudantes irão para Brusque conhecer o Zoobotânico de Brusque.

Os estudantes já viram o quanto o lixo pode ser útil. Agora só falta a prefeitura entender a mesma coisa.
*****************************
FONTE : jorn. MAURÍCIO FRIGHETTO, Santo Amaro da Imperatriz (Diário Catarinense, edição de 15 de setembro de 2010).

Um comentário:

Mimirabolante disse...

Uma boa conscientização !!!!