quarta-feira, 2 de março de 2016

AMBIENTE ENERGIA

Ambiente Energia: meio ambiente, sustentabilidade e inovação
Newsletter Ambiente Energia - ano 8 - nº 228 - 01 de março de 2016
Introdução a projetos de eficiência energética
Primeira Página
Entram em vigor novas regras para geração distribuídaUma das modificações é a possibilidade dos consumidores se organizarem em cooperativas ou consórcios, dividindo os custos da instalação do painel e repartir os créditos gerados
Câmara aprova isenções para estados produtores de energiaProjeto aprovado na Câmara dos Deputados impede distribuidoras de repassar para o consumidor final o custo da contratação de energia reserva, principalmente em estados produtores de energia
Senado aprova uso do FGTS para compra de equipamentos de microgeraçãoA Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado (CI) aprovou o uso do FGTS para a compra de equipamentos voltados para a microgeração em moradia própria
Energia HeliotérmicaPolíticas Estaduais
Capacidade de energia heliotérmica instalada cresceu 9,3% em 2015
Capacidade instalada de energia heliotérmica teve crescimento estável em 2015, chegando a 4.940,1 MW instalados ao redor do mundo. EUA, Marrocos e África do Sul são grandes responsáveis
Governo do Ceará prospecta ampliação da produção de energias renováveis
Em reunião com representantes do MME o Governador do Ceará discutiu sobre a expansão da produção de energias renováveis no litoral e interior do estado
Sertor Elétrico
Vídeo da Semana
Eletrobras estuda venda de participações em parques eólicos para 2017
Empresa consideraa possibilidade de vender suas participações em alguns parques eólicos em que é sócia
EventoBanderias Tarifárias
CBDB realizará Simpósio sobre pequenas e médias centrais hidrelétricas
Nos dias 27 e 28 de abril, o Comitê Brasileiro de Barragens realizará, em Florianópolis (SC), o X Simpósio sobre Pequenas e Médias Centrais Hidrelétricas o evento irá discutir temas relevantes para o setor elétrico nacional
PROTESTE avalia que bandeiras tarifárias são ilegais
Associação avalia que a redução de 3% na conta de luz é irrelevante, tendo em vista os mais de 50% de reajuste no ano passado. A PROTESTE ainda valia que as bandeiras tarifárias impedem o cidadão ter acesso a serviços públicos
 
Fiema Brasil 2016

Nenhum comentário: