sexta-feira, 30 de outubro de 2015




Resumo diário de notícias selecionadas
dos principais jornais, revistas, sites especializados e blogs,
além de informações e análises direto do ISA
 
 
HOJE:
Amazônia, Energia, Mudanças Climáticas, ONGs, Povos Indígenas, UCs
Ano 15
30/10/2015

 

Direto do ISA

 
  Em 25 anos, Brasil conviverá com calor extremo, falta d’água e de energia, queda na produção agropecuária, doenças e prejuízo por ressacas, sugere maior estudo já feito sobre impactos do clima. Do Observatório do Clima Direto do isa, 30/10.
  Entre 16 e 19 de outubro, um encontro em Canarana (MT) reuniu gestores territoriais indígenas para debater o Plano de Gestão Territorial e Ambiental do Parque Indígena do Xingu (PIX), que aponta critérios e ações de longo prazo para a sustentabilidade do território e culturas xinguanas Direto do ISA, 29/10.
  
 

Mudanças Climáticas

 
  Uma carta de pesquisadores brasileiros na revista "Science" de hoje diz que será muito difícil cumprir as metas nacionais para combater a mudança do clima até 2030 anunciadas pela presidente Dilma Rousseff. Segundo Raoni Rajão e Britaldo Soares-Filho, da UFMG, sem uma regulamentação restritiva das possibilidades abertas pelo Código Florestal e medidas como a expansão de áreas protegidas, desapareceriam nos próximos 15 anos 198 mil km2 de vegetação nativa, considerando apenas o desmatamento legal. O MMA diz que as estimativas estão superestimadas, pois se baseiam em premissas erradas sobre o código. A perda projetada pelos pesquisadores, de 13,2 mil km2 por ano, ocorreria principalmente na Amazônia e no cerrado FSP, 30/10, Ciência, p.B7.
  Considerado o mais importante estudo sobre como diversos setores vão reagir diante do clima modificado, o projeto Brasil 2040 - Alternativas de Adaptação às Mudanças Climáticas foi publicado ontem no site da extinta Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência. Um dos principais resultados é sobre como a oferta de água será afetada. As regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil deverão sofrer redução. A Sul pode ter um leve aumento na média, mas com uma distribuição muito irregular. Para o Sudeste, há incertezas. Isso pode ter impactos diretos na agricultura e na energia. Usinas na Amazônia como a de Belo Monte ou o novo projeto pensado para o rio Tapajós seriam inviabilizados OESP, 30/10, Metrópole, p.A16.
  Faltando exatamente um mês para o início da Conferência de Paris, a Convenção do Clima da ONU divulgou na manhã desta sexta-feira, 30, em Berlim um relatório analisando as contribuições que a maior parte dos países do mundo apresentou para reduzir o problema das mudanças climáticas. Em linhas gerais, buscou trazer uma mensagem positiva: se o mundo cumprir o que está prometendo vai conseguir evitar um futuro dramático que seja de 4°C a 5°C mais quente. Mas também alertou: só que ainda estamos longe de ficar abaixo dos 2°C - limite considerado seguro pela ciência Estadão online, 30/10, Sustentabilidade.
  
 

Unidades de Conservação

 
  "Na cidade de Cajuru, nas proximidades de Ribeirão Preto, em uma fazenda centenária vicejam espécies vegetais perfeitamente preservadas, constituindo um maciço florestal contínuo superior a 2.500 hectares que, por vontade de seus proprietários, foi preservado até hoje. Misto de mata atlântica e cerrado, por constituir área de transição, é um dos últimos remanescentes de floresta estacional preservados no Estado de São Paulo. A mata contém ao menos 25 nascentes de água, constituindo área de recarga do rio Pardo e de alimentação do aquífero Guarani. Mostra-se imperiosa a criação da Estação Ecológica do Cajuru. Para tanto, é preciso que Geraldo Alckmin assine o decreto que já está sobre sua mesa", artigo de Luiza Nagib Eluf FSP, 30/10, Tendências/Debates, p.A3.
  
 

Energia

 
 
A geração de energia elétrica das usinas eólicas instaladas no Brasil atingiu a marca de 3.327 MW médios em agosto, 78% mais do no mesmo período do ano passado. Na comparação com julho, houve alta de 31,8%. Quase um quito da geração nacional tem origem no Rio Grande do Norte -OESP, 30/10, Economia, p.B2.
  
 
Imagens Socioambientais

Nenhum comentário: