quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Caranguejos são embalados e vendidos vivos em mercado coreano


28 de outubro de 2015 

(da Redação da ANDA)
Caranguejo (Crédito: Thai National Parks)
Caranguejo na natureza (Crédito: Thai National Parks)
Um supermercado coreano em Londres recebeu críticas por vender caranguejos embalados ainda vivos.
De acordo com a agência de notícias The Dodo, a Korea Foods, que tem diversas lojas espalhadas pelo Reino Unido, tem atraído atenção internacional depois que clientes se deram conta que os animais empacotados estavam ainda mexendo dentro das prisões de plástico.
Clientes insatisfeitos rapidamente encherem a página de Facebook do mercado com avaliações de uma estrela, expressando o descontentamento com o tratamento do animal.
“Fiquei absolutamente enojada ao descobrir que vocês vendem caranguejos vivos embalados em plástico!” Foi o que uma das mulheres postou. “O sofrimento prolongado que esses seres sencientes passaram nas mãos de vocês é inacreditável.”
Não entendo como vocês vendem caranguejos vivos, muito menos embalados nesses pacotes apertados,” outro comentou. “Vergonhoso.”
O incidente coloca em foco a falta de proteção que animais como caranguejos recebem diante da lei – a RSPCA disse a diversos meios de comunicação que caranguejos estão fora da Legislação do Bem-Estar dos Animais do Reino Unido de 2006, então, não é ilegal que eles sejam empacotados vivos.
Mesmo que a ciência popular tenha dito diversas vezes que caranguejos e lagostas não têm sentimentos – possivelmente para aliviar a culpa daqueles que os queimam vivos – vários estudos mostram que crustáceos respondem a estímulos dolorosos. Eles evitam áreas em que foram previamente eletrocutados.
O mercado coreano se defendeu das reclamações alegando que eles embalam os caranguejos desse jeito há anos para que eles fiquem “frescos” e culpam os ingleses de estarem muito sensíveis, de acordo com o Telegraph.
Mas a revolta continuou. Na segunda, a companhia anunciou que vão parar de vender animais vivos empacotados e estão trabalhando com a RSPCA para melhorar o serviço.
“A Korea Foods reconhece as preocupações que foram levantadas recentemente pela mídia com relação à venda dos caranguejos vivos,” o mercado disse. “Não vamos vender os animais vivos até que o problema seja resolvido.”
Nota da Redação: A posição da ANDA é abolicionista e completamente contrária a qualquer tipo de exploração ou morte animal. Esse episódio mostra o quão especista a nossa sociedade é e como ela não enxerga o sofrimento dos animais não-humanos. Os animais merecem total liberdade. Caranguejos não são mercadoria (nem comida) para serem vendidos, sejam vivos ou mortos.

Nenhum comentário: