quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Organização de caridade abre portas para pessoas em situação de rua e seus animais


29 de outubro de 2015 

(da Redação  da ANDA)
Foto: Sabrina Paige
Foto: Sabrina Paige
Nesse ministério de Nova York, todas as pessoas – e animais – são bem vindos.
A Collide, uma organização de caridade religiosa que opera sob a igreja Graffiti Church, no leste da cidade de Nova York, honra a relação especial entre humanos e animais ao abrir as suas portas para auxiliar tanto aos primeiros em situação de rua quanto aos seus animais.
“Esta é uma população incrivelmente marginalizada cujas vidas são mais difíceis do que qualquer coisa que você e eu possamos imaginar, em particular nas questões de saúde e segurança enfrentadas pelas mulheres que não têm lares”, disse Jeff Latzer, um voluntário da Collide, ao The Huffington Post. “E ainda assim a prioridade número um dessas pessoas muitas vezes é o bem estar de suas companhias animais”.
Foto: Sabrina Paige
Foto: Sabrina Paige
A Collide visa proporcionar recursos aos quais muitos jovens em situação de rua com animais não têm acesso, ou lhes são negados em abrigos ou missões pelo fato de terem um animal. “No nosso ministério, que é um dos muitos programas baseados na Igreja Graffiti Church voltados para comunidades carentes, os animais recebem cuidados médicos básicos como vacinas, castração e licenças. E uma vez por semana, a Collide serve uma refeição especial para famílias de humanos com seus animais”, diz o grupo.
“Essas refeições semanais possibilitam que nos conectemos com os nossos clientes enquanto lhes fornecemos suprimentos necessários – para eles e para os seus animais”, escreveu o grupo em seu site.
Foto: Sabrina Paige
Foto: Sabrina Paige
Uma vez que a tutela de animais é algo caro, especialmente em Nova York, a Collide espera expandir os seus serviços para outras partes da cidade, através de parcerias com outros grupos de ajuda e buscando mais doações e veterinários voluntários. O ministério também está procurando por policiais dispostos a carregar suprimentos para humanos e animais com eles para serem entregues quando estes interagirem com pessoas em situação de rua na cidade.
E, além de alimentar e cuidar de humanos e animais em necessidade, a Collide quer que os seus esforços ajudem a dissipar equívocos e preconceitos quanto a pessoas em situação de rua não serem capazes de tutelar animais.
“Os animais podem ser uma presença incrivelmente terapêutica na vida das pessoas em situação de rua, de uma perspectiva psicológica e espiritual”, disse Latzer. “E muito particularmente em se tratando de pessoas que enfrentam extrema adversidade, essa relação pode ser extremamente importante, até mesmo sustentadora para a vida”.
Para saber mais sobre a Collide, visite o site.

Nenhum comentário: