quarta-feira, 24 de junho de 2015

FRANÇA: Orca de 32 anos morre depois de uma vida inteira em cativeiro

24 de junho de 2015 

Por Augusta Scheer (da Redação da ANDA)
Foto: Facebook/Marineland
Foto: Facebook/Marineland
Depois de 32 anos em cativeiro, uma baleia orca chamada Freya morreu no parque de diversões Marineland na França. A baleia tinha quase 33 anos. Freya foi capturada próxima da costa da Islândia em 1982, quando tinha cerca de um ano de vida. Passou as décadas seguintes em cativeiro em Marineland, no litoral sul da França, região de Antibes. Durante sua estadia no parque Marineland, Freya deu à luz várias baleias orcas e recebeu o título de matriarca. As informações são do site The Dodo.
Sua barbatana dorsal caída demonstrou que a saúde da baleia estava deteriorando. Acontecimento raro entre as baleias livres, o colapso da barbatana dorsal é comum entre as orcas que vivem em cativeiro, afetando quase todos os machos e algumas das fêmeas.
Recentemente, o ex-treinador do Sea World John Hargrove publicou um livro de memórias intitulado “Beneath the Surface”, contando sobre sua experiência treinando orcas. Em um trecho do livro, Hargrove fala de um incidente com Freya, em que a orca puxou-o com a mandíbula para baixo da água:
“Freya estava se recusando a obedecer todos os sinais que lhe ensinei. Era como se ela não soubesse o que eu queria. Ela simplesmente não cooperava, nem queria os peixes que eu tinha na mão. Empurrou o meu tronco com a cabeça, impulsionando com a boca, que ela obstinadamente manteve fechada. Fui empurrado para o meio da piscina com a força das três toneladas de músculos da orca, para longe do perímetro de segurança.”
Hargrove atribui a agressividade das baleias orca ao cativeiro, não ao temperamento natural desses animais.
Orcas selvagens tendem a viver em média 50 anos, podendo ultrapassar essa expectativa em 3 ou 4 décadas. No sábado, Freya morreu depois de apenas 32 anos de vida.
O parque Marineland reagiu defendendo sua “missão de conservação”. No final do pronunciamento anunciando a morte de Freya, o parque de diversões incluiu uma afirmação alegando o sucesso da atração. Também acrescentaram que o parque divulgará publicamente um estudo detalhado das causas da morte de Freya.

Nenhum comentário: