segunda-feira, 30 de agosto de 2010

MEIO AMBIENTE : caça ao lixo subaquático em SC

Mergulhadores e estudantes recolheram 700 quilos de dejetos na praia e costão de Porto BeloJá imaginou durante um mergulho encontrar uma descarga plástica de banheiro? Itens como este foram retirados do fundo do mar e dos costões da Enseada Encantada de Porto Belo.

Olixo deixado na natureza por turistas e moradores somam 700 quilos e foi recolhido sábado pela Associação Catarinense de Pesca Subaquática (ACPS).

– Pretendemos promover todos os anos a caça ao lixo subaquático – disse Rangel Maurício de Almeida, presidente da ACPS.

Embalagens plásticas de alimentos foram as mais encontradas. Além da poluição, o produto, por conta do brilho, atrai tartarugas. Muitas acabam morrendo após comer o plástico.

Os materiais recolhidos do mar e dos costões foram colocados em sacos e serão separados por trabalhadores da prefeitura de Porto Belo, que darão destino correto aos objetos.

O metalúrgico José Horner, 32 anos, morador de Brusque, no Vale do Itajaí, foi um dos mergulhadores que participaram do projeto.

– Nos costões há muito lixo. São coisas trazidas por pescadores de fim de semana, como embalagens de alimentos – disse.

A ação, que teve a participação de 150 pessoas, servirá de exemplo para que a prefeitura coloque em prática uma lei municipal aprovada no começo do ano. Em Porto Belo, é proibido acampar ou acender fogueiras nos costões como forma também de evitar o descarte errado do lixo.

– Até o verão, teremos fiscalização nas praias – promete Alexandre Stodieck, secretário de Turismo.
************************
FONTE : jorn. PATRÍCIA AUTH (Diário Catarinense, edição de 30/8/2010)

Nenhum comentário: