sexta-feira, 17 de março de 2017




Resumo diário de notícias selecionadas
dos principais jornais, revistas, sites especializados e blogs,
além de informações e análises direto do ISA
 
 
HOJE:
Agronegócio, Amazônia, Áreas Protegidas, Clima, Compensação Ambiental, Direitos Humanos, Energia, Mineração, Povos Indígenas, Seca, Transposição do São Francisco, Política Socioambiental, Vale do Ribeira
Ano 17
17/03/2017

 

Direto do ISA

 
  ISA, quilombolas, movimentos sociais e sociedade civil celebram Dia Internacional de Luta contra as Barragens, em Itaóca (SP), neste sábado (18/3) Direto do ISA, 17/3.
  
 

Política Socioambiental

 
  Programas de ajuda internacional, o combate ao aquecimento global e iniciativas que beneficiam americanos pobres são as principais vítimas da proposta orçamentária apresentada ontem pelo presidente Donald Trump, que dá prioridade ao aumento de gastos militares e de segurança interna. "Nós não vamos mais gastar dinheiro nisso", disse o chefe do Gabinete de Gestão e Orçamento da Casa Branca, Mick Mulvaney, em relação às mudanças climáticas. "Achamos que isso é um desperdício de dinheiro". A principal decisão nessa área é o fim das contribuições dos EUA para o Fundo Verde para o Clima, criado pelo Acordo de Paris. No plano doméstico, a Agência de Proteção Ambiental (EPA) sofrerá corte de 31% de seu orçamento, a redução mais profunda entre todos os órgãos do governo OESP, 17/3, Internacional, p.A13; FSP, 17/3, Mundo, p.A20.
  "A responsabilidade pela elevação do desmatamento não é do atual governo, que encontrou Ibama e ICMBio com orçamento sucateado. O orçamento desses órgãos foi recomposto, resultando na queda do desmatamento, segundo dados preliminares. Estudos técnicos do ICMBio avaliaram a Floresta Nacional do Jamanxim como a unidade de conservação que mais desmatava no país e concluíram que a alteração de seus limites aumentaria as chances de preservação", carta de Sarney Filho, ministro do Meio Ambiente FSP, 17/3, Painel do Leitor, p.A5.
  
 

Áreas Protegidas

 
  Primeira a ser criada no país e uma das mais importantes por ser habitat dos ameaçados micos-leões-dourados, a Reserva Biológica de Poço das Antas, que fica na divisa de Casimiro de Abreu (RJ) está fechada desde segunda-feira. Um bugio foi encontrado morto dentro da área de proteção. Por prevenção, todos os funcionários de parques municipais e estaduais do Rio serão vacinados nos próximos dias. A coordenadora regional do ICMBio, Andréa de Nóbrega, não descarta a possibilidade de fechar o Parque Nacional da Tijuca - onde fica o monumento do Cristo Redentor - caso haja suspeita de contágio dos animais da mata pelo vírus da febre amarela O Globo, 17/3, Rio, p.9.
  "O crime ambiental que motivou abertura de investigação contra o ministro Eliseu Padilha pelo STF ocorreu numa área disputada pelo ministro, que envolve acusação contra ele de grilagem de terra. A obra de drenagem feita em área de preservação ambiental tinha justamente o propósito de demarcar o território que está em litígio", coluna do Estadão OESP, 17/3, Política, p.A4.
  
 

Geral

 
  A Grande Barreira de Coral australiana é há muito uma das mais deslumbrantes maravilhas naturais do planeta. Mas a barreira e a profusão de criaturas marinhas que vivem em suas redondezas estão ameaçadas. Imensas seções da Grande Barreira de Coral, ao longo de centenas de quilômetros de sua porção norte, foram recentemente classificadas como mortas, por conta de um superaquecimento da água do mar no ano passado. Seções mais meridionais, mais ou menos no meio da barreira, agora estão passando por branqueamento, o que pode prenunciar novas mortes. O estado dos recifes de coral é um indicador quanto à saúde dos mares. Seus problemas e morte são ainda mais um sinal dos estragos causados pela mudança do clima FSP, 17/3, Ciência, p.B7.
  A gestão do prefeito João Doria (PSDB) decidiu usar uma compensação ambiental devida por uma empresa que construiu um condomínio residencial na zona sul de São Paulo, para viabilizar a instalação do muro verde na Avenida 23 de Maio. O projeto prevê o plantio de quase 10 mil metros quadrados de jardim vertical ao longo do corredor norte-sul, ao custo de R$ 9,7 milhões. O município irá usar o saldo de compensação ambiental da empresa Tishman Speyer, que cortou 856 árvores de um terreno no Morumbi para construir três torres com apartamentos de alto padrão. Como contrapartida, a empresa se comprometeu a construir oito jardins verticais. A adoção de jardins verticais para compensar o corte de árvores nativas e exóticas, contudo, é questionada por ambientalistas e investigada pela Promotoria OESP, 17/3, Metrópole, p.A17.
  A secretaria de Meio Ambiente de Itabirito, em Minas Gerais, encaminhou um auto de infração à Vale em função do vazamento em um duto de rejeitos na mina da fábrica, registrado no domingo. A mineradora terá prazo de 20 dias para apresentar sua defesa. É o segundo acidente envolvendo essa mina desde dezembro. A região é a mesma em que houve o rompimento da barragem da Samarco, em Mariana, em novembro de 2015 OESP, 17/3, Metrópole, p.A19.
  
 
Imagens Socioambientais

Nenhum comentário: