sábado, 30 de outubro de 2010

SANTA CATARINA : PERTINHO DAS BALEIAS

Mamíferos dão um show nas águas do Litoral Sul de Santa Catarina. Temporada de observação das francas termina este mêsA mancha preta de 16 metros de comprimento emerge rápido do mar. Os turistas mal acreditam que estão a cerca de um metro de distância daquele bicho enorme. Apesar do tamanho e das 40 toneladas, a batida no casco do barco é suave. Anestesiadas, as pessoas nem percebem. E é com uma surpreendente delicadeza, que a baleia-franca afasta-se do barco.

Essa é a mãe, explica a bióloga Marina Angeli aos 14 turistas que faziam parte do grupo, que partiu da Praia de Garopaba, 80 quilômetros ao sul da Capital, para fazer o turismo de observação de baleias. O animal estava protegendo o filhote, que, curioso, foi em direção ao barco. Foi quando a baleia adulta colocou-se entre a embarcação e o filho.

A bióloga ressalta que cada saída para o mar é diferente. Em algumas, as baleias batem no barco, em outros, ficam de longe exibindo as nadadeiras, e até mesmo saltando. Quem quiser se deparar com cenas assim deve aproveitar os primeiros dias de novembro. A temporada de franca termina daqui a 15 dias, quando as últimas baleias, que ainda ficaram no Litoral voltarão à Antártica. Nesta época, elas sempre vão aparecer aos pares. São as mães com os filhotes.

No início da temporada, em julho e agosto, são avistados machos e fêmeas, que vêm ao Brasil para se reproduzir. Entre setembro e outubro, são mais numerosas, porque além de machos e fêmeas, algumas já estão com filhotes. Neste ano, apareceram no Litoral catarinense 102 francas.

– Agora, é a época que os filhos estão crescidos e fortes. Eles estão ágeis e prontos para voltar para casa. As baleias adultas estão mais magras, porque ficam todo esse tempo no Brasil sem se alimentar. Aqui não existe krill, minicrustáceo base de sua dieta – explica Marina.

Um espetáculo aprovado pelos turistas

Assim que o capitão anunciou o retorno do barco, depois de duas horas de passeio, Rafael Villas Boas, 10 anos, queria saber se no dia seguinte haveria mais. A paixão dele pelas baleias fez com que o seu pai e o avô, viessem a Santa Catarina apenas para fazer o turismo de observação de baleias. Há três anos eles também vieram para o mesmo passeio.

– Achei fantástico. Ver a mãe encostando no barco foi a melhor parte! – disse Rafael, que quer ser biólogo quando crescer.

O casal de Santos (SP) Cássio Junqueira, 49 anos, e Paola Capelossi, 41 anos, também gostou. Fazer o turismo de observação não estava nos planos iniciais dos dois, que vieram passar férias no Estado.

– A gente tinha ouvido sobre o passeio em Santos e na pousada eles nos falaram muito bem. Não dá para saber quando teremos essa oportunidade de novo – falou Cássio.

O casal Alexandre Guedes e Ana Schneider veio do Rio de Janeiro (RJ) aproveitar uns dias no Litoral catarinense e fez o turismo de observação de baleias pela primeira vez.

– É um passeio para ser repetido, porque cada um é diferente – observou a turista carioca.

Em Garopaba, há duas opções de passeio para observar as francas
Quanto: R$ 140 por pessoa (sábado e domingo); R$ 90 por pessoa (de segunda a sexta-feira). Parte do dinheiro vai para o Instituto Baleia Franca
Saídas: de Garopaba. É preciso marcar horário com antecedência pelos telefones (48) 3254-4199 e 3355--6111 e e-mail turismo@vidasolemar.com.br
Base Cangulo
Quanto: R$ 90 por pessoa (em qualquer dia da semana)
Saídas: partindo de Garopaba. Também é preciso marcar horário com antecedência. O passeio dura entre uma hora e 30 minutos e duas horas, aproximadamente. Informações: (48) 3354-1606 e 8842-2993
************************
FONTE : DIÁRIO CATARINENSE, edição de 31/10/2010.

Um comentário:

Marina Angeli disse...

Bacana saber que existem pessoas que dão valor a este trabalho! "Conhecer para preservar." Trabalhar com amor e com o desejo de preservar a natureza e suas maravilhas não tem preço! É extremamente gratificante! E as baleias completamente apaixonantes.. Gigantes de tamanho e gigantes de doçura!