terça-feira, 15 de maio de 2018

Empresa líder em biotecnologia faz 40 anos focada em doenças raras

Em 2018, a Biogen celebra 40 anos de existência e liderança no mercado global de biotecnologia. A empresa se consolidou no ramo da neurociência desenvolvendo medicamentos para doenças neurológicas, raras, autoimunes e graves com nenhuma ou poucas opções terapêuticas, como a esclerose múltipla e a atrofia muscular espinhal.
A companhia foi fundada em Genebra, Suíça, por quatro pesquisadores, incluindo os cientistas laureados pelo prêmio Nobel: Phillip Sharp e Walter Gilbert. Atualmente, a empresa tem sede em Cambridge, Estados Unidos, presença direta em 27 países e uma rede de distribuidores em outros 70.
Além do compromisso com a ciência, a Biogen tem mostrado liderança também no segmento da cidadania corporativa, cujo objetivo é criar uma companhia que possa elevar o cuidado com os pacientes e profissionais de saúde de forma sustentável e respeitar o meio ambiente. A empresa possui programas globais para melhorar a educação científica, fornecer ajuda humanitária e manter a neutralidade de carbono. A Biogen investiu mais de um US$ 1 bilhão em seus programas de apoio aos pacientes em 2016 e possui certificação de empresa neutra em emissões de carbono desde 2014.
A Biogen segue na vanguarda da neurociência com avançadas pesquisas em áreas desafiadoras como Parkinson, esclerose lateral amiotrófica e Alzheimer. Para a última, é a única empresa a ter 4 moléculas candidatas ao tratamento sendo pesquisadas simultaneamente. “É muito gratificante trabalhar em uma companhia comprometida com a ciência e em disponibilizar terapias para doenças neurológicas com necessidades não atingidas realmente capazes de mudar o curso natural de doenças tão graves. Nós construímos uma marca global de grande valor científico e responsabilidade social.”, explica Sameer Savkur, diretor geral da Biogen Brasil. (#Envolverde)

Nenhum comentário: