quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Democracia e alternativas ambientais são temas do próximo Agapan Debate


"Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao poder público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações." 




O artigo 225 da Constituição Federal brasileira apresenta, de forma clara, que o dever de defender e preservar o meio no qual as pessoas vivem e utilizam para suprir suas necessidades por água, ar e alimentos é imposto ao poder público e à coletividade, ou seja, aos cidadãos. São os moradores dos municípios brasileiros, em conjunto com as respectivas administrações públicas eleitas democraticamente, que devem definir os projetos e políticas públicas que melhor atendam às necessidades da população, respeitando e preservando os recursos naturais existentes.

Diante das recorrentes tentativas dos poderes Legislativo e Executivo do município de Porto Alegre de submeter os interesses dos moradores aos interesses de grandes empresas, que geram vínculos entre políticos e possíveis financiadores de campanhas, deixando as questões ambientais sempre para segundo plano em relação aos aspectos econômicos, a Associação Gaúcha de Proteção Ambiental propõe o debate em torno do tema Construção democrática de alternativas ambientais para Porto Alegre.

Para debater o assunto, o Agapan Debate que será realizado no dia 07 de novembro, às 19h, no auditório da faculdade de Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul convidou o arquiteto e urbanista Rafael Passos, vice-presidente do Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB/RS), o sociólogo Milton Cruz e o vereador de Porto Alegre Marcelo Sgarbossa. A mediação do evento será realizada pela conselheira e ex-presidente da Agapan Edi Fonseca.


Palestras e palestrantes


  • Porto Alegre e o sonho da sustentabilidade e da participação: os últimos 20 anos de planejamento


MILTON CRUZ é doutor em Sociologia pela Ufrgs, pesquisador do Observatório das Metrópoles/Núcleo Porto Alegre/Ufrgs, professor da Unisinos/Curso Cidade e planejamento territorial.

-.- 

  • Por um Projeto democrático de cidade


RAFAEL PASSOS é arquiteto e urbanista graduado pela Ufrgs (2007). Atuou como consultor do Centro de Estudos e Planificação do Ambiente (CEPA) de 2008 a 2010. Atua como consultor de arquitetura e urbanismo para movimentos e cooperativas habitacionais. Mestrando em Planejamento Urbano e Regional pelo Propur-Ufrgs. 1º vice-presidente no Instituto de Arquitetos do Brasil – 2014/2016. Conselheiro Titular do Conselho Estadual de Cultura - RS. Representante do Colegiado de Arquitetura e Urbanismo no Conselho Nacional de Política Cultural do Ministério da Cultura.

-.-

  • Lógicas e limites da atuação parlamentar na implementação das políticas públicas ambientais


MARCELO SGARBOSSA é doutor em Direito pela Ufrgs, advogado, especialista em Direitos Humanos e mestre em Análise de Políticas Públicas pela Universidade de Turim (Itália). Como ciclista profissional até 1997, foi campeão gaúcho e brasileiro, representando o Rio Grande do Sul em campeonatos nacionais e no exterior. Desde 1987, faz da bicicleta um instrumento de luta pessoal e de transformação coletiva. É vereador reeleito para o segundo mandato em Porto Alegre.


O Agapan Debate é realizado pela Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural e tem o apoio da Assessoria de Gestão Ambiental e do GT de Saúde Urbana da Ufrgs.

Divulgação: Imprensa Agapan

Nenhum comentário: