sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Máquina trituradora de coco verde transforma lixo em adubo

A Associação dos Amigos da Praia do Félix (Amprafe) adquiriu e colocou em uso desde esta segunda-feira, 8, uma máquina para triturar coco verde, a fim de diminuir o impacto ambiental deste tipo de resíduo no bairro. A máquina tem a capacidade de triturar 30 toneladas de coco verde por hora.

De acordo com o presidente da Amprafe, Mário Macedo, o valor da máquina - R$ 3 mil - é baixo se comparado à sua funcionalidade. “Além de representar várias toneladas a menos de lixo a ser transportado, o triturador transforma o custo em receita”, explica Mário.

A Amprafe pretende distribuir o resíduo do coco triturado aos associados, que poderão aproveitá-lo como adubo, entre muitas outras finalidades. “Além de estarmos fazendo a limpeza do nosso espaço, também estamos evitando a proliferação do mosquito da dengue, já que o coco, quando aberto, serve como criadouro”, completa o presidente da associação.

Hoje é reconhecido que a fibra de coco pode ter inúmeras utilizações, entre elas, cobertura de solo, substituição de turfo, substituição de xaxim, fertilizante e material para vasos orgânicos.

O administrador da Regional Norte, que acompanhou o primeiro dia de uso da máquina de triturar coco, ressaltou a importância de iniciativas como esta. “É muito gratificante quando vemos a mobilização de uma associação de bairro em prol do bem comum. Iniciativas como esta são louváveis e servem de exemplo para tantas outras associações que temos no município, além de ir ao encontro do Plano Ubatuba Sustentável”, considerou o administrador.
********************************
FONTE : (Envolverde/Rebia)

Nenhum comentário: