segunda-feira, 12 de setembro de 2016

SUSTENTABILIDADE APLICADA AO CAMPO

pecuariaPor Katherine Rivas, da Envolverde – 
Cerca de 300 km separam a fazenda de São Marcelo, pioneira em sustentabilidade no Brasil, da cidade de Cuiabá. Para chegar nela, a viagem inicia com 30 minutos de voo e quase 20 de carro recorrendo terras e pastiçal do estado quente de Mato Grosso.
Integrante do Grupo JD, com 25 anos de história no Brasil, a São Marcelo é a primeira fazenda de pecuária que conquistou mundialmente a certificação Rainforest Alliance e o selo de Bem-Estar Animal. Pela Rainforest a fazenda conta com uma série de normas que regulam as atividades de produção e exploração florestal protegendo o meio ambiente e os direitos dos trabalhadores e comunidades locais.
Quatro unidades integram a Fazenda hoje: São Marcelo, Vale do Sepotuba, Mathovy e Juba. Cada uma destinada a serviços diferentes como cria, recria e reprodução.
O projeto iniciou em mãos dos empresários há quase 30 anos e já fez parte da história do Grupo Carrefour e posteriormente do JD.
Localizada no Bioma Amazônia a fazenda sustenta seus negócios no tripé econômico, social e ambiental. As quatro unidades são ricas em recurso hídrico e tem uma hidroelétrica. O grupo acompanha rigorosamente o consumo de água e energia elétrica nas unidades de produção.
Desde seu nascimento a empresa participou de tentativas para reduzir o desmatamento. “A lei permitia que derrubássemos 50% da área total, mas como éramos uma empresa estrangeira só utilizávamos 40%”, comenta Leone Furnaletto, Gerente Técnico da fazenda e confirma que desde 2005 a São Marcelo trabalha com iniciativas de desmatamento zero.
Até o ano 2020 a equipe trabalhará no programa de recuperação das áreas degradáveis, que promove a utilização de uma área para a recuperação de outra, assim como o aproveitamento dos resíduos de confinamento para a pastagem.
Dentro da fazenda está localizada também a primeira Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) do Estado de Mato Grosso. Hoje a área é considerada patrimônio da humanidade e possui um contrato com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) que visa pela repatriação de animais silvestres transportados ilegalmente.
A reserva conta com cerca de 1000 animais e todo ano recebe novas espécies exceto cobras e onças. A Reserva e as Áreas de Preservação Permanente da São Marcelo somam no seu total 60%, do território da propriedade.
pecuaria2Bem-estar animal
As raças Nelore e Angus são o cartão postal da Fazenda. Animais que integram o programa de Bem-Estar da São Marcelo andam livres no pastiçal e são cuidados com técnicas diversas para diminuir o stress destes tais como bandeiras para sinalizar o deslocamento. Frente aos visitantes, o gado Nelore conhecido por ser um animal extremamente nervoso, aparece próximo dos capatazes sinais da efetividade do projeto.  O gado é criado a pasto e com controle de doenças pela via natural como homeopatia e fitoterapia.
As iniciativas receberam o selo de Bem-estar da Ecocert Brasil.
A instituição utiliza práticas de melhoramento genético tais como a inseminação artificial e a transferência de embrião, uma espécie de barriga de aluguel para unir a genética superior dos animais. A capacidade reprodutiva dos animais foi incrementada com estas táticas, hoje as novilhas entram em fase reprodutiva com 14 meses.
A São Marcelo faz parte do sistema de Rastreabilidade da Cadeia Produtiva de Bovinos e Bubalinos (SISBOV) para verificar a origem dos animais.
Nível Social
A fazenda também se preocupa com o direito do trabalhador. Múltiplas campanhas de saúde acontecem no local assim como eventos e palestras para capacitar os funcionários.
Entre os diferenciais está a luta pela igualdade de gênero. Hoje com mais de 100 trabalhadores 25% são mulheres e fazem parte do mercado nas áreas administrativas e técnicas exercendo as funções de veterinárias e tecnicistas. A expectativa nos próximos anos é de crescimento.
A fazenda também estimula que todos os filhos de funcionários estejam na escola. O programa obriga os pais sob o compromisso de garantir o seu emprego. Após o ensino médio a São Marcelo banca os estudos na faculdade, pós-graduação e mestrado em instituições nacionais e estrangeiras para filhos de funcionários interessados em trabalhar no local.
A São Marcelo foi considerada referência pelo Estado de Matogrosso. Redes varejistas como Carrefour e Walmart reaproveitaram algumas das suas estratégias para criar projetos de sustentabilidade. (#Envolverde)

Nenhum comentário: