quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Leoa argentina que sofreu maus-tratos e corre o risco de vida pode ser abrigada no ES

04 de novembro de 2015 

A deputada Janete de Sá quer que o animal seja abrigado no Estado Foto: Divulgação
A deputada Janete de Sá quer que o animal seja abrigado no Estado
Foto: Divulgação
A leoa argentina Baguira, que ganhou repercussão nacional após correr o risco de ter a morte induzida, pode vir ao Espírito Santo. A intenção é do Zoo Park da Montanha, que fica em Marechal Floriano, na região Serrana do Estado.
Se a transferência for aprovada pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a leoa será a segunda felina de grande porte a ficar no Estado.
A informação foi confirmada pela deputada estadual Janete de Sá (PMN), presidente da Frente Parlamentar que investiga crimes de maus-tratos na Assembleia. Ela diz ter conversado com um dos proprietários do zoológico de Marechal Floriano que teria afirmado o interesse em abrigar o animal.
O Ibama do Espírito Santo, porém, informou ao jornal on-line Folha Vitória, que, até a tarde desta terça-feira (3) ainda não havia recebido nenhum pedido formal de abrigo ao animal.
Caso o pedido tivesse sido feito, uma equipe do órgão teria que ir ao zoológico realizar uma inspeção para verificar se o local pode ou não receber o animal, que já abriga um leão. O pedido também poderia ser feito pelo governo de São Paulo, atual mantenedor do animal o que ainda não teria sido feito.
O Ibama-ES informou, ainda, que o processo de averiguação do local e de autorização não leva muitos dias, o que facilitaria a vinda do animal caso houvesse o pedido.
A leoa Guaratiba ficou conhecida na Argentina após sofrer maus-tratos em um circo do país. O animal espera que um zoológico do Brasil se disponha a abrigá-la, caso contrário a felina pode ser sacrificada.

Nenhum comentário: