domingo, 8 de novembro de 2015

BARRAGEM SE ROMPEU : Cerca de 50 animais são resgatados em tragédia em Bento Rodrigues (MG)

08 de novembro de 2015 

(foto: Reprodução/Facebook/Carla Sássi)
(foto: Reprodução/Facebook/Carla Sássi)
Uma equipe de voluntários do grupo Veterinários na Estrada resgatou cerca de 50 animais vítimas da tragédia que aconteceu nesta quinta-feira em Bento Rodrigues, distrito de Mariana, na Região Central de Minas Gerais. Segundo a veterinária Carla Sássi, a maior parte dos animais de grande porte, como cavalos e vacas, não puderam ser resgatados devido às dificuldades de transporte e acesso, mas com a ajuda do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar, dezenas de cães e gatos puderam ser salvos.
“Infelizmente, muitos animais morreram. Um senhor me contou que, só ele, perdeu cinco éguas com potros”, lamenta a veterinária. Por outro lado, Sássi contou que a maioria das pessoas tutoras de animais domésticos se recusaram a abandoná-los. “Teve gente que não aceitou sair de casa sem levar os animais”, disse, mas devido ao desespero no momento da tragédia, muitos ficaram esquecidos em casa, soltos ou amarrados. “Um poodle e um SRD (sem raça definida) foram encontrados bastante machucados. A nossa equipe fez o atendimento e eles foram encaminhados a uma clínica em Ouro Branco”, explicou.
Os voluntários chegaram em Bento Rodrigues por volta de 1h da madrugada de sexta-feira, mas só conseguiram entrar na comunidade às 7h30. “O estrago foi devastador”, contou a veterinária. No total, quase 50 animais foram resgatados e vacinados contra cinomose e leptospirose, mas ela acredita que muitos tenham morrido na tragédia. Nas redes sociais, as páginas Veterinários na Estrada e Associação Ouropretana de Proteção Animal (AOPA), divulgam campanhas para ajudar a arrecadar ração e remédios para os animais machucados.
Tragédia
O acidente que esvaziou todo o distrito de Bento Rodrigues foi registrado por volta das 15h de quinta-feira, quando a Barragem do Fundão, carregada de rejeitos minerais, se rompeu e provocou uma onda de lama que se propagou e atingiu a Barragem de Santarém, constituída de água. A mistura de água e rejeitos atingiu toda a comunidade. Até o momento, uma morte foi confirmada. Treze operários que trabalhavam no local no momento do acidente seguem desaparecidos. As causas da tragédia estão sendo apuradas em um inquérito civil aberto pelo Ministério Público.
Fonte: Estado de Minas.

Nenhum comentário: