terça-feira, 10 de abril de 2018



Resumo diário de notícias selecionadas
dos principais jornais, revistas, sites especializados e blogs,
além de informações e análises direto do ISA


HOJE:
Abril indígena, Água, Amazônia, Aquecimento global, Biodiversidade, Desastres Naturais, Mineração, Memória, Povos Indígenas, Terras Indígenas, Unidades de Conservação
Ano 18
10/04/2018


Povos Indígenas



Semana dos Povos Indígenas no PA discute a igualdade de gêneros

Cerca de 5,5 mil índios de dez etnias são esperados para a 6ª Semana dos Povos Indígenas, que ocorre entre os dias 15 e 19 de abril, em São Félix do Xingu, sudeste do Pará. O tema será “O empoderamento da mulher indígena”. Estão confirmadas para este momento, que será o ponto alto das discussões, Sônia Guajajara (MA), coordenadora executiva da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), e Nara Baré (AM), titular da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab). Também confirmaram presença as paraenses Ângela Kaxuyana, Puyr Tembé, Concita Somprê e Tuíra Kayapo - G1/PA, 9/4.

 


Amazônia



Abandono da floresta pode comprometer agropecuária

Uma área no interior da floresta amazônica de 70 milhões de hectares, o equivalente a duas Alemanhas, está abandonada pelas autoridades e tornou-se caminho livre para grileiros e desmatadores. Suas operações ameaçam o rendimento da agricultura brasileira e a estabilidade do clima global. O alerta, publicado na edição deste mês da revista “Land Use Policy”, é assinado por cientistas da Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam). Vinte e cinco por cento do desmatamento registrado na região entre 2010 e 2015 ocorreu nessa área pública desprotegida. Em números absolutos, foram liberadas para a atmosfera 200 milhões de toneladas de CO2 - O Globo, 10/4, Sociedade, p.25.

 


Desastres Naturais



Brasil tem, sim, terremotos - e há registro até de tremor com 'pequenos tsunamis'

Pouco antes das 11h da manhã de 2 de abril, funcionários de prédios altos da avenida Paulista, em São Paulo, levaram um susto. As edificações começaram a balançar, a ponto de algumas terem de ser evacuadas. Era o reflexo de um terremoto de 6,8 pontos na escala Richter no sul da Bolívia. Por certo, muita gente lembrou da ideia muita difundida de que o Brasil é um país onde esses fenômenos não ocorrem. Essa certeza não passa de um mito, no entanto. Tremores são registrados praticamente todas as semanas no território nacional - BBC, Brasil, 9/4

 


Mineração



Hydro recua e agora nega contaminação de área no PA

A contaminação do solo e de águas na região de Barcarena, no Pará, se transformou em uma guerra de informações. Depois de reconhecer publicamente que sua fábrica de alumínio Hydro Alunorte, no Brasil, derramou água sem tratamento no Rio Pará, o maior da região, o grupo norueguês Norsk Hydro informou nesta segunda-feira, 9, que estudos contratados pela empresa "confirmam que não existe indicação de contaminação proveniente da Alunorte após chuvas". Ao divulgar resultados de estudos contratados junto à consultoria ambiental SGW Services, a empresa declarou que "os relatórios confirmam nossas declarações anteriores de que não houve transbordo das áreas dos depósitos de resíduos de bauxita" - OESP, 10/4, Metrópole, p.A14.

Comunidades do entorno das indústrias têm altos níveis de metais pesados

Moradores de 14 comunidades da região de Barcarena (PA) têm vestígios de chumbo nos cabelos muito acima dos limites máximos considerados aceitáveis por estudiosos do tema. O mesmo acontece com as concentrações de alumínio, ferro, manganês, níquel, estrôncio e zinco, o que indica contaminação por metais pesados de pessoas que vivem próximas ao distrito industrial de Barcarena. Os dados fazem parte de um estudo conduzido pela química Simone de Fátima Pinheiro Pereira, coordenadora do Laboratório de Química Analítica e Ambiental (Laquanam) da Universidade Federal do Pará. O trabalho foi feito a pedido do Ministério Público Federal - Valor Econômico, 10/4, Empresas, p.B3.

 


Nenhum comentário: