quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018



Resumo diário de notícias selecionadas
dos principais jornais, revistas, sites especializados e blogs,
além de informações e análises direto do ISA


HOJE:
Amazônia, Biodiversidade, Código Florestal, Povos Indígenas, Reflorestamento, Unidades de Conservação, Violência no Campo
Ano 17
22/02/2018


Povos Indígenas



Grafiteiro Raiz chega a São Gabriel da Cachoeira (AM) para, junto com a juventude local, revitalizar áreas da cidade

A convite da Rede de Comunicadores Indígenas do Rio Negro, o expoente do grafite nacional vai apoiar a mobilização dos jovens da cidade para pintar dois grandes muros e a fachada da nova biblioteca da Foirn - Blog do Rio Negro, 19/2

 


Código Florestal



Plenário do STF retoma nesta quinta julgamento sobre novo Código Florestal

O STF retomou nesta quarta-feira (21/02) o julgamento sobre a validade do Código Florestal. Até agora, três dos onze ministros votaram. A discussão deve ser concluída em plenário nesta quinta-feira (22/02). O ponto mais polêmico, que é a anistia a multas a produtores rurais que desmataram ilegalmente antes de 22 de julho de 2008, desde que entrem em programas de regularização ambiental, ainda está indefinido. E um dos principais pontos atacados é o que permite a redução de Áreas de Preservação Permanente. Um terceiro trecho da nova lei que Fux disse ser inconstitucional, acompanhado por Cármen, é o que prevê que nascentes e olhos de água intermitente deixam de ser protegidas por APPs. De acordo com o Instituto Socioambiental (ISA), a norma pode comprometer o abastecimento de água de ter influência sobre o clima local. Em seu voto, a presidente da Corte afirmou que a diferenciação não estava prevista no código anterior, e que sua manutenção seria um retrocesso em termos de preservação ambiental - OESP, 21/2,Sustentabilidade: O Globo, 22/2, Sociedade, p.26; Valor Econômico, 22/2, Legislação & Tributos, p.E1.

 


Amazônia



E a floresta vai virar savana

Se o Brasil e os demais países amazônicos não acharem uma maneira de evitar que o desmatamento da maior floresta tropical supere os 20% de sua área original, aumentará muito a probabilidade de que boa parte da Amazônia, no futuro não tão distante, simplesmente deixe de ser floresta. Os responsáveis pelo alerta são o climatologista Carlos Nobre, membro da Academia Brasileira de Ciências, e o biólogo Thomas Lovejoy, da Universidade George Mason (Virgínia, EUA), em um artigo publicado ontem na revista científica “Science Advances”. Hoje, a área desmatada acumulada está em 17%. Eles partiram do conceito da “savanização” da Amazônia, que surgiu após a descoberta de que as florestas interferem no regime de chuvas. Na Amazônia, por exemplo, estima-se que metade das chuvas na região são resultado da umidade produzida pela evapotranspiração (a transpiração das árvores), que “recicla” as correntes de ar úmido provenientes do Oceano Atlântico - O Globo, 20/2, Sociedade, p.22; FSP, 22/2, Ciência, p.B7.

 


Unidades de Conservação



Presa quadrilha que cortou 300 mil palmeiras

Uma ação da Polícia Militar Ambiental e da Fundação Florestal prendeu 16 integrantes de uma quadrilha que cortava palmeiras da espécie juçara, ameaçada de extinção, para extrair o palmito, no Parque Estadual da Serra do Mar, entre a noite de terça-feira, 20/2, e a manhã desta quarta-feira, 21/2. De acordo com a fiscalização, o bando é suspeito de ter cortado ao menos 300 mil árvores no interior e no entorno do parque nos últimos anos - OESP, 22/2, Metrópole, p. A15.

 


Biodiversidade



Abelhas a salvo

Em janeiro, 200 pessoas estavam na fila do projeto SOS Abelhas sem Ferrão para receber uma colmeia com cerca de 5 000 insetos. É possível conservá-la em casa, em apartamento ou estabelecimento comercial. A ideia é proteger as 300 espécies nativas que ficaram esquecidas enquanto a europeia Apis mellifera, mais forte e produtiva, dominava o mercado. "Entre os meliponicultores da Grande São Paulo, 70% começaram a criar esses exemplares de 2015 para cá", diz Celso Barbiéri, diretor científico da ONG. O mel produzido por essa categoria tem sabor complexo e diferentes níveis de glicose, frutose e água - Veja SP, Bichos, p.15.

 

Nenhum comentário: