domingo, 16 de outubro de 2011

CAVALOS em Santa Maria, RS: punição para os maus tratos !

Tenho uma preocupação permanente com os cavalos que circulam pela cidade, tracionando pesadas carroças, e sujeitos a constantes maus tratos.
Mas a gota d´agua veio com uma reportagem do Diário de Santa Maria (8/10), intitulada: VITIMAS DE MUITA CRUELDADE. Tratava-se de um fato estarrecedor: mais de 30 cavalos que MORRERAM DE FOME em uma propriedade rural de Caçapava do Sul.
Confesso que não consegui chegar ao final da reportagem, pois fui tomado de uma muita raiva; muuuuuuuuuuuita raiva, desse sujeito que se responsbilizou pelos animais, e os deixou morrer de fome.
O consolo ficou por conta das autoridades, que irão enquadrar o responsável, nas duras penas previstas pelas leis ambientais.
Já na semana passada, foi o jornal A Razão que noticiou um cavalo que circulava SEM FERRADURAS.
Graças a uma denuncia, a Brigada Militar interviu, intimando o proprietário a cadastrar o animal como de sua propriedade e de colocar as devidas ferraduras.
Também houve uma ação pontual do Ministério Público, que obrigou a Prefeitura Municipal a iniciar o cadastramento dos proprietários de cavalos de tração.
Finalmente os santamarienses começam a dar a devida atenção às atrocidades a que são submetidos esses animais.
Diariamente acompanho a movimentação das carroças ao longo da Faixa Nova de Camobi, e me dói na alma ver o estado em que se encontram muitos desses cavalos. Principalmente nos dias frios de inverno, e ainda mais, no calor do verão.
Ontem mesmo, passei por uma carroça carregada com uma mudança e que ainda levava mais 3 pessoas. Numa subida !!!!!
Um absurdo.
Quando não fazem os cavalos correrem pelo acostamento, pois os carroceiros "acham" que devem acompanhar a velocidade dos carros. Afinal, alí é uma estrada, e as distâncias não são pequenas.
Outro grave problema, é a FALTA DE COMIDA. Ao contrário dos bovinos, os cavalos precisam de MUITA COMIDA todos os dias, pois não tem o rúmem (que faz um aproveitamento integral dos alimentos ingeridos).
E aonde os carroceiros vão encontrar comida suficiente, se vivem em áreas distantes de pastagens ? E a ração é muito cara ?
Assim, a maioria dos animais saem para trabalhar, muitas vezes, COM FOME.
E no verão, a situação se agrava de vez, pois também passam MUITA SEDE.
E além da sede, tem a TEMPERATURA DO ASFALTO, que literalmente "queima" os cascos. Uma judiaria !
Um quadro bem complicado, e que corta o coração das pessoas que tem paixão pelos animais.
Urge que a Prefeitura crie um CENTRO DE ZOONOSES, para ter uma estrutura pública adequada para esse problema (que engloba cães e cia.).
A esperança está na JUSTIÇA, pois os maus tratos contra animais se enquadram entre os crimes ambientais, e existem mais chances das punições serem cumpridas.
Outra boa noticia, é de que esses animais, como estão sob proteção ambiental, tem na cidade uma pessoa muito capacitada. Trata-se do Secretário Municipal de Proteção ao Meio Ambiente, o Luiz Alberto Carvalho Júnior.
Certamente, teremos no Beto, uma pessoa preparada para abraçar toda essa problemática.
Mas não precisamos sair do Estado, para ter bons exemplos.
Basta ver a atitude do Prefeito José Fortunati de Porto Alegre, que criou a SECRETARIA MUNICIPAL DE PROTEÇÃO AOS DIREITOS DOS ANIMAIS.
E sabem quem é o titular dessa Secretaria ? Ele mesmo ! O próprio Fortunati delegou para si a missão de zelar pela proteção dos animais.
Além disso, a Camara de Vereadores da Capital já decretou o fim da circulação das carroças na cidade, a partir de 2014. BELA INICIATIVA.
Logo, Porto Alegre está nos dando um grande exemplo, com politicos que tem ampla visão social, de preservação ambiental e valorização da vida animal.
Santa Maria fará alguma coisa ? Ou continuaremos a sofrer junto com os animais ?
De minha parte, nessa semana estarei reunido com o Padre Chico e com a Direção do Hospital Veterinário, para montar um programa que visará atender aos cavalos e carroceiros da Vila Maringá.
Por fim, uma conclamação à Prefeitura, para que trate de criar um CENTRO DE ZOONOSES !
È Urgente !

**********************

FONTE : CARLINHOS COSTA BEBER, autor deste artigo, é meu grande amigo e foi colega de docência na UFSM durante décadas.

Um comentário:

alex lencina disse...

Boa tarde, belas palavras e intenções. Pois vejo ações de maus tratos diariamente em ruas de nossa cidade, principalmente a cavalos puxando carroças. Gostaria de ajudar de alguma forma estou a disposição. alexcarvalholencina@yahoo.com.br