domingo, 27 de setembro de 2015

Organizações da sociedade civil pedem metas mais ambiciosas para zerar desmatamento


desmatamento

O manifesto “Desmatamento Zero e o Futuro do Brasil”, assinado por diferentes organizações socioambientais, o ISA entre elas, ressalta que zerar o desmatamento e levar metas mais ambiciosas para a Convenção do Clima da ONU, em dezembro, reforçarão a liderança ambiental do País.
As organizações da sociedade civil destacam no manifesto, lançado ontem (14/9), que o Brasil poderá zerar o desmatamento em menos de uma década, sem sacrificar sua produção agropecuária que poderá se expandir em áreas que já estão desmatadas. “Ao se comprometer em zerar rapidamente o desmatamento, o Brasil estará apto a demandar mais ações dos outros países participantes da Conferência da ONU sobre mudança climática que ocorrerá em dezembro de 2015 em Paris. Nesta Conferência espera-se que os países assumam compromissos mais ambiciosos e necessários para reduzir o risco de catástrofes climáticas futuras que poderão por em xeque a habitabilidade do planeta”, diz o texto. Leia a carta na íntegra.
Os signatários do documento são: Comitê de Coordenação do Observatório do Clima, Greenpeace Brasil, Instituto Centro de Vida (ICV),Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora), Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam),Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon),Instituto Socioambiental (ISA), Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem (SPVS),The Nature Conservancy (TNC), Uma Gota no Oceano e WWF-Brasil.
Arquivo:

Informações do ISA – Instituto Socioambiental, in EcoDebate, 16/09/2015

Nenhum comentário: