segunda-feira, 2 de abril de 2018



Resumo diário de notícias selecionadas
dos principais jornais, revistas, sites especializados e blogs,
além de informações e análises direto do ISA


HOJE:
Água, Amazônia, Biodiversidade, Desmatamento, Hidrelétricas, Mineração, Mudanças Climáticas, Povos Indígenas, Unidades de Conservação
Ano 18
02/04/2018


Amazônia



Assine a petição contra a cana na Amazônia

Mesmo adiada na última quarta-feira, 28/3, após muita pressão, a votação do Projeto de Lei que libera o plantio de cana na Amazônia deve voltar à pauta. O avanço da monocultura é uma grave ameaça à floresta e coloca em risco a imagem dos biocombustíveis do Brasil - Direto do ISA, 02/4.

Science expõe os perigos da liberação da cana-de-açúcar na Amazônia

O projeto de lei que libera a expansão do cultivo de cana-de-açúcar na Amazônia Legal (PLS 626/2011) foi retirado da pauta do Senado na última terça-feira, 27/3, a pedido do autor da proposta, senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), após ser adiada por duas vezes por falta de quórum. Ainda não está definida nova data para a análise do projeto, que vem repercutindo negativamente no Brasil e no exterior. Na segunda-feira, 26 de março, foi publicada na Revista Science - a segunda revista científica do mundo em termos de impacto - uma carta alertando para o perigo que esta liberação representaria para a integridade ecossistêmica da Amazônia - O Eco, 29/3.

Mecenas da Amazônia, Noruega investe em frigoríficos no Brasil

Principal doador internacional do combate ao desmatamento da Amazônia brasileira, a Noruega também financia a atividade que mais contribui para a destruição da floresta. Abastecido por petrodólares, o fundo soberano da Noruega, o maior do mundo com mais de US$ 1 trilhão em ativos (R$ 3,3 trilhões), é sócio de três frigoríficos de carne bovina. O maior beneficiário é a JBS, com investimento de US$ 143,4 milhões (R$ 477 milhões), equivalente a 1,78% da empresa dos irmãos Batista - FSP, 02/4, Ciência, p.B6.

 


Povos Indígenas



Exposição inédita sobre indígenas Yawalapití chega a Brasília em abril

Os brasilienses vão conhecer a cultura dos indígenas Yawalapití em exposição inédita na capital federal, que será inaugurada em 19 de abril - o Dia do Índio -, no Museu Nacional da República. As imagens do povo Yawalapití, que vive no Parque Indígena do Xingu, estarão em fotografias de diversos tamanhos. As imagens foram captadas pelo premiado fotógrafo francês Olivier Boëls, durante temporadas em que viveu na aldeia, entre 2012 e 2017 - Rádio Agência Nacional, 31/3.

ONU Brasil lança documentário ‘Mulheres Indígenas: Vozes por Direitos e Justiça’

Os dez anos da Declaração das Nações Unidas sobre os Direitos dos Povos Indígenas são o mote do documentário “Mulheres Indígenas: Vozes por Direitos e Justiça”, lançado pela ONU Brasil na última quinta-feira (29), em Brasília (DF). O vídeo recupera alguns momentos do diálogo entre as mulheres indígenas e as Nações Unidas em torno de sua articulação pelos direitos humanos e em defesa de seus povos e territórios, no Brasil e no exterior - ONU, BR, 29/3/2108

 


Geral



Carta aberta em defesa da criação de 11 unidades de conservação em Rondônia

O Ipam (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia) divulgou carta no qual diversas organizações se manifestam publicamente contra a decisão inconstitucional da Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia, que aprovou no dia 27 de março de 2018, por unanimidade, 11 Projetos de Decreto Legislativo (PDL) que sustam os decretos do governador Confúcio Moura para criação de 11 Unidades de Conservação (UCs) estaduais - IPAM, 29/3.

Más novas pioram clima no planeta

"As notícias ruins se acumulam, e não se trata só dos petardos na política brasileira. O clima vai mal no planeta, e não pense que é só por causa de Donald Trump, Kim Jong-un e Vladimir Putin. É o clima mesmo, em sentido literal, que vai continuar mudando — para pior. Por uma razão simples: as emissões de carbono (gases do efeito estufa, como o dióxido de carbono, CO2) voltaram a crescer, reativando a marcha insensata do aquecimento global", artigo de Marcelo Leite - FSP, 01/4, Ciência, p.B7.

Sossego ameaçado: Cientistas seguem os passos de uma onça-pintada na Mata Atlântica

É a segunda vez que um indivíduo da espécie é monitorado via satélite no bioma Mata Atlântica. Dados são essenciais para entender os hábitos alimentares, reprodutivos e territoriais desses grandes felinos, ameaçados de extinção - OESP, 01/4, Metrópole, p.A19.

Sujeira sem fim

Beber água do Tietê no começo dos anos 2000. Ver o trecho do rio que corta a capital paulista cheio de peixes em 2010. Universalizar o saneamento da região metropolitana de São Paulo até 2019. Promessas feitas nos últimos 26 anos, mas que qualquer um que passa pela cidade mais rica do país –e sente o forte cheiro na marginal Tietê– percebe como estão longe de se realizar. O problema tão conhecido dos paulistanos, no entanto, não é exclusividade de São Paulo. A poluição das águas é comum em capitais populosas, como Rio, Recife e Porto Alegre, que lutam para limpar a sujeita de suas águas - FSP, 01/4, Cotidiano, p.B4.

Ibama suspende licença de mineroduto

O Ibama suspendeu na última sexta-feira (29/3) a licença ambiental do mineroduto Minas-Rio, da Anglo American, após um novo rompimento atingir uma fazenda e o Ribeirão Santo Antônio, na Zona da mata mineira. Este é o segundo rompimento no município de Santo Antônio do Grama em menos de 20 dias. De acordo com o Ibama, além de 174 toneladas de polpa de minério que foram despejadas no curso d’água, 470 toneladas atingiram áreas do entorno - O Globo, 30/3, Brasil.

Falta de verba ameaça pesquisa na Antártida

A um ano de sua inauguração, a nova estação brasileira na Antártida, a ser inaugurada em 2019, corre o risco de vir a ser uma casa vazia. Essa situação crítica pode se tornar realidade caso as promessas de recursos para o Programa Antártico Brasileiro (Proantar) não se concretizem. O último edital federal voltado à pesquisa, no valor de R$ 14 milhões, foi lançado em 2013 e financiou 19 projetos por três anos. Segundo os cientistas, o dinheiro não só foi liberado com anos de atraso como já acabou - FSP, 30/3, Ciência, p.B5; O Globo, 01/4, Sociedade, p.46.

 

OUTRAS NOTÍCIAS

Defensor dos interesses indígenas, líder Atikum morre no Hospital Regional
Índios que viviam isolados vão para capital do AC fugindo da fome e de madeireiros peruanos
Audiência sobre construção de hidrelétricas é suspensa em MT após protesto de índios, biólogos e estudantes
“A sua luta é a nossa luta”: Yalorixá entrevista Sônia Guajajara
Estudo aponta impacto das estradas irregulares nos igarapés da Amazônia
Software da Fiocruz auxilia gestores públicos a lidar com mudanças climáticas
Desmatamento da Amazônia tem características próprias em MT e concentra ações do IBAMA
Cultivo de cana-de-açúcar pode colocar a Amazônia em colapso, alertam especialistas
Amazônia: ouro verde


Nenhum comentário: