quinta-feira, 9 de janeiro de 2020

O Alasca passou pelo ano mais quente da história registrada em 2019, de acordo com os Centros Nacionais de Informação Ambiental.


anomalias climáticas nos EUA em 2019

A temperatura média do estado ficou em 32,2 ° F – 6,2 ° F mais quente que a média de longo prazo. As temperaturas do ano passado superaram o recorde anterior de 2016, que registrou a média estadual em 31,9 ° F. Pela primeira vez em registro, Anchorage registrou um dia de 30 ° C em julho.
Incêndios florestais em todo o estado devoraram 2,68 milhões de acres em 2019.
O Copernicus Climate Change Service considerou 2019 o segundo ano mais quente já registrado e os anos 2010 a década mais quente. 2016 continua sendo o ano mais quente já registrado, enquanto 2017 é o terceiro mais quente.
O contínuo acúmulo de dióxido de carbono devido às atividades humanas, como queima de combustíveis fósseis por energia, está elevando as temperaturas globais e instigando impactos nocivos em todo o mundo.
Referência: Assessing the U.S. Climate in 2019
https://www.ncei.noaa.gov/news/national-climate-201912

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 09/01/2020
Em 2019, o Alasca experimentou o ano mais quente já registrado, in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 9/01/2020, https://www.ecodebate.com.br/2020/01/09/em-2019-o-alasca-experimentou-o-ano-mais-quente-ja-registrado/.

Nenhum comentário: