quinta-feira, 3 de agosto de 2017




Resumo diário de notícias selecionadas
dos principais jornais, revistas, sites especializados e blogs,
além de informações e análises direto do ISA
 
 
HOJE:
Agrotóxicos, Água, Amazônia, Biodiversidade, CAR, Mudanças Climáticas, Povos Indígenas, Produtos da Floresta
Ano 17
03/08/2017

 

Direto do ISA

 
  Na terceira reportagem da série sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR), entenda como a transparência dos dados é crucial para o cumprimento do Código Florestal, apesar da ação de forças contrárias à disponibilização das informações. Leia também nota jurídica do ISA sobre o tema- Direto do ISA, 3/8.
  
 

Produtos da Floresta

 
  Neste sábado (5) o Mercado de Pinheiros reúne produtos vindos das comunidades quilombolas do Vale do Ribeira (SP), dos índios do Rio Negro (AM), de Roraima, e do Xingu (MT), e dos extrativistas da Terra do Meio (PA). Entre os itens, a pimenta dos Baniwa, o óleo de pequi dos índios Kisêdjê, o mel do Xingu e cogumelos Yanomami. O evento é organizado pelo Instituto Socioambiental e Instituto ATÁ - OESP, 3/8, Paladar, p.D4.
  
 

Água

 
  O maior reservatório do Brasil em área alagada ainda desconhece os limites de sua crise hídrica. O lago de Sobradinho, na Bahia, iniciou o mês de agosto com apenas 10% de sua capacidade total de armazenamento, o pior resultado registrado para este mês desde que foi formado, em 1980. O volume de água guardada equivale a menos da metade do que Sobradinho tinha em agosto de 2016, quando o principal regulador de águas da Bacia do Rio São Francisco já enfrentava uma situação crítica. Em agosto de 2012, quando teve início a forte estiagem que castiga toda a Região Nordeste do País, o reservatório estava com 38% de reserva de água. Há risco de racionamento na região - OESP, 3/8, Economia, p.B8.
  Nesta semana, a ANA criou um grupo para definir que medidas serão adotadas para evitar o colapso do Rio Tocantins. Com 2.640 quilômetros que avançam pelos Estados de Goiás, Tocantins, Maranhão e Pará, o Rio Tocantins também vive um drama sem precedentes em sua região central. Seu principal reservatório, o lago de Serra da Mesa, entre Goiás e Tocantins, está com apenas 10,8% de sua capacidade total de armazenamento. Na avaliação da ANA, não restará outra saída, senão reduzir as vazões de Serra da Mesa e demais represas do rio. "É algo inédito para o Rio Tocantins", diz o presidente da ANA, Vicente Andreu. As reduções deverão afetar, em alguma medida, o volume de energia gerado pelas hidrelétricas em operação ao longo do Tocantins, usinas como as de Serra da Mesa, Estreito e Tucuruí - OESP, 3/8, Economia, p.B9.
  
 

Geral

 
  Pesquisadores brasileiros firmaram parceria com uma empresa de geração de energia elétrica para combater o mexilhão-dourado, molusco que está entre as mais temidas espécies invasoras a afetar os rios do país. O plano é criar um mexilhão geneticamente modificado que produza só descendentes estéreis. Se funcionar, o plano ajudará as hidrelétricas da América do Sul, cujas instalações são entupidas pelas conchinhas douradas do bicho, e a as espécies nativas, ameaçadas pela multiplicação descontrolada do mexilhão - FSP, 3/8, Ciência, p.B6.
  O saldo global de títulos verdes, também conhecidos como "green bonds" ou "climate bonds", soma US$ 200 bilhões. As emissões brasileiras destes instrumentos financeiros de dívida voltados a apoiar o desenvolvimento sustentável são apenas 1,5% do mercado mundial, ou pouco mais de US$ 2 bilhões. Para reverter este quadro e impulsionar as finanças verdes no Brasil, está sendo lançado hoje, no Rio de Janeiro, o Laboratório de Inovação Financeira, Lab. A iniciativa do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e da Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE) pretende ser um fórum que estimule a criação de ferramentas financeiras para impulsionar a economia de baixo carbono no Brasil - Valor Econômico, 3/8, Finanças, p.C10.
  
 
Imagens Socioambientais

Nenhum comentário: