terça-feira, 22 de agosto de 2017

Últimos dias para participar do edital de apoio a projetos que buscam apoio financeiro

Propostas relacionadas à conservação da natureza brasileira podem ser inscritas até 31 de agosto no site da Fundação Grupo Boticário
As inscrições para o edital de apoio financeiro a projetos, da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, estão quase no fim. A segunda chamada de 2017 do ‘Programa de Apoio a Ações de Conservação’ termina no próximo dia 31 de agosto, e está aberta no site da instituição, com três opções de categorias: ‘Apoio a Programas’, ‘Biodiversidade do Paraná’ e ‘Apoio a Projetos’. Para concorrer em qualquer uma das três categorias, é preciso que as propostas atendam a uma das quatro linhas temáticas de apoio, relacionadas a unidades de conservação (UCs), espécies ameaçadas, ambientes marinhos e políticas públicas (esta específica para “Apoio a Programas”). 

Apoio a Programas – abrange iniciativas em todo o Brasil, de até quatro anos, que possibilitem ações de conservação da natureza em maior magnitude e que demandem mais tempo para aplicação.
Biodiversidade do Paraná – o edital criado em parceria com a Fundação Araucária seleciona propostas a serem executadas em qualquer região paranaense.
Apoio a Projetos – contempla iniciativas que contribuam para a conservação das Áreas Úmidas – que representam cerca de 20% do território brasileiro e englobam ecossistemas tanto marinho e costeiros quanto continentais, abrigando uma grande variedade de ambientes e espécies. Mais especificamente, o edital ‘Apoio a Projetos’ contempla o Bioma Pantanal, considerado uma das maiores extensões úmidas contínuas do planeta; os 20 Sítios Ramsar nacionais, que são áreas úmidas de importância mundial, a exemplo do Parque Nacional de Anavilhanas (AM) e da Estação Ecológica do Taim (RS); além de baías e estuários e locais de menor abrangência geográfica com influências fluviais e fluviomarinhas, áreas alagadas, lacustres e charcos.
Podem se inscrever nas três categorias do ‘Programa de Apoio a Ações de Conservação’ instituições sem fins lucrativos, como fundações ligadas a universidades e organizações não governamentais (ONGs). Para a categoria ‘Biodiversidade do Paraná’, instituições privadas e públicas também podem se candidatar, por meio do site da Fundação Araucária - http://www.fappr.pr.gov.br/.
Ao longo de seus 26 anos, a Fundação Grupo Boticário se consolidou como uma das principais instituições da iniciativa privada brasileira a apoiar projetos de conservação da natureza. Desde 1990, 1.510 iniciativas de 501 instituições receberam apoio financeiro, contribuindo para a descrição de 150 espécies, para o estudo de outras 246 espécies ameaçadas e beneficiando 496 unidades de conservação.  
Sobre a Fundação Grupo Boticário
A Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza é uma organização sem fins lucrativos cuja missão é promover e realizar ações de conservação da natureza. Criada em 1990 por iniciativa do fundador de O Boticário, Miguel Krigsner, a atuação da Fundação Grupo Boticário é nacional e suas ações incluem proteção de áreas naturais, apoio a projetos de outras instituições e disseminação de conhecimento. Desde a sua criação, a Fundação Grupo Boticário já apoiou 1.510 projetos de 501 instituições em todo o Brasil. A instituição mantém duas reservas naturais, a Reserva Natural Salto Morato, na Mata Atlântica; e a Reserva Natural Serra do Tombador, no Cerrado, os dois biomas mais ameaçados do país. Outra iniciativa é um projeto pioneiro de pagamento por serviços ambientais em regiões de manancial, o Oásis. Mais informações: http://www.fundacaogrupoboticario.org.br/


MAIS INFORMAÇÕES / AGENDAMENTO DE ENTREVISTAS
41 3026-2610 / 41 99273-0719 / 41 99135-9541 / 41 99196-7701
centralpress@centralpress.inf.br
www.centralpress.com.br

Nenhum comentário: