sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Jovens comunicadores do Rio Negro em ação!

James,
A Bacia do Rio Negro, onde o ISA atua desde a sua fundação, em 1994, é uma das regiões com paisagens mais conservadas e culturalmente diversas da Amazônia, lar de 45 povos indígenas, na fronteira do Brasil com Venezuela, Colômbia e Guiana.
Agora, um grupo jovens indígenas do Alto Rio Negro está levando suas vozes para suas comunidades - e para o mundo.
Há poucas semanas, ajudamos a realizar em São Gabriel da Cachoeira (AM) a formação do primeiro grupo de comunicadores indígenas, composto por 17 jovens de oito etnias diferentes. Eles representam - e serão futuros líderes - de povos que lutam pela proteção de seus territórios e pelo fortalecimento de suas culturas.
Um dos primeiros resultados da oficina é o Wayuri, um boletim de áudio feito pelos jovens indígenas. Com essa ferramenta, eles vão levar as vozes de seus povos para dentro de suas comunidades, aumentando o engajamento e a união; e também para longe, atingindo novos públicos que possam se tornar seus aliados para a proteção da floresta e de suas culturas
“Nosso objetivo é expandir a comunicação com as comunidades e levar mais notícias que interessam aos povos indígenas por meio de um boletim feito pelos próprios parentes”, diz Ray Baniwa, coordenador de comunicação da Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (FOIRN), parceira histórica do ISA na região.


Grupo da I Oficina de Formação da Rede de Comunicadores Indígenas do Rio Negro reunidos em frente ao Instituto Socioambiental (ISA), em São Gabriel da Cachoeira | Foto: Bruno Marques

O boletim mensal pode ser ouvido no Soundcloud e nos canais de comunicação da Foirn. Você também pode recebê-lo por Whatsapp mandando uma mensagem para (97) 9841-55746.

Junte-se ao ISA! Precisamos de você para fortalecer ações que comunicam a realidade dos jovens indígenas e impactam o futuro das novas gerações!


Beto Ricardo
Coordenador do Programa Rio Negro
Instituto Socioambiental - ISA

Mais informações sobre o ISA.
Dúvidas ou comentários, ligue (11) 3515 8975 e fale com Mariana Hessel ou escreva para
relacionamento@socioambiental.org





Nenhum comentário: