sexta-feira, 6 de maio de 2016

SOS PARA OS MASAIS, POVO DO QUÊNIA

Queridos membros da Avaaz,

Os masais, icônico povo do Quênia e da Tanzânia, lutam há decadas para sobreviver e defender seu meio ambiente.

Infelizmente, de uns tempos para cá, eles começaram a perder a batalha, pressionados por funcionários públicos corruptos, caçadores gananciosos e bilionários inconsequentes que querem comprar suas terras tradicionais para construir ainda mais cabanas de safari.

Mas agora uma comunidade masai do Quênia teve uma idéia genial para contra-atacar: juntar todas as terras que tem e formar uma nova espécie de reserva, gerenciada por eles próprios. Além de garantir a proteção de seu habitat e dos costumes de seus antepassados, a reserva prevê a criação de uma nova passagem para animais selvagens, um corredor importante por onde elefantes, leões e gnus possam andar livremente.

Uma reserva desse tipo pode vir a ser um ótimo exemplo para a conservação e algo brilhante para nosso trabalho. Normalmente, para proteger um ecossistema precioso, são necessários anos de campanha a fim de mobilizar um governo a criar um parque. Muitas vezes, nem assim as autoridades conseguem proteger a área. Desta vez, são os próprios masais que vão estabelecer e gerenciar a própria reserva!

Entretanto, devido ao número de compradores estrangeiros ansiosos para tomar as terras em questão, a comunidade precisa arrecadar fundos rapidamente para colocar a reserva em funcionamento, derrubar cercas, treinar jovens e contratá-los como vigias para patrulhar a vida selvagem. 

Por causa disso, a comunidade procurou a Avaaz com um pedido urgente de ajuda.

Contribua agora . Vamos prestar o nosso apoio e depois fazer campanha para ajudar o povo masai e outras comunidades indígenas que sofrem ameaças em todo o mundo: 


Há décadas, o povo masai luta para manter suas terras ancestrais, enquanto empresas de turismo gananciosas e funcionários públicos corruptos desapropiam, vendem e reutilizam a zona rural que tem sustentado os povos nativos há gerações. O turismo traz bilhões para a economia do Quênia, mas os masais (legítimos proprietários da terra) praticamente não ganham nem um tostão.

É a nossa chance de ajudar a mudar essa situação. Segundo especialistas, garantir a essas comunidades o controle sobre suas terras e dar a elas a oportunidade de se beneficiar diretamente dos frutos da conservação e turismo resposável é a melhor maneira de protegê-las. 

Esse corredor é crucial para a sobrevivência de alguns dos animais mais fantásticos do planeta. Todos os anos, eles percorrem o trecho entre as planícies no Serengeti, na Tanzânia, e o Masai Mara, no Quênia, durante um evento natural conhecido como “a grande migração”. A comunidade se comprometeu a preservar 5.000 acres para criar a reserva, mas o local é um ímã para empresas de turismo, que tendem a construir cercas e bloquear a passagem dos animais.

“Com o apoio da Avaaz, o sonho de meu povo de se unir e salvar o território pode finalmente acontecer. É um sentimento indescritível ver nossa comunidade contando com o apoio de pessoas incríveis de todo o mundo para tornar nosso sonho realidade", afirmou Nelson Ole Reiyia, líder comunitário à frente do projeto. 

Se todos mundo fizer uma doação agora, poderíamos financiar esse projeto incrível durante o primeiro ano. Em seguida, seria possível alavancar a contribuição de outras organizações internacionais para continuar o financiamento, além de fazer outras campanhas para defender a conservação de terras indígenas em todo o mundo. Contribua agora


A comunidade da Avaaz tem orgulho de nosso histórico de trabalho com o povo masai. Quando o governo da Tanzânia tentou expulsar os masais de suas terras para que caçadores pudessem atirar em grandes animais a partir de helicópteros, a gente se uniu para deter o projeto. A mobilização de mais de 2 milhões de membros ajudou a persuadir o presidente tanzaniano a se comprometer com o fim dos despejos. Agora, podemos ajudar outra comunidade maasai a lidar com a ameaça que sofre, além de transformar em realidade a visão inspiradora que ela teve.

Um abraço cheio de esperança e determinação,

Alice, Allison, Joseph, Antonia, Spyro, Dalia, Ricken, Emily e toda a equipe da Avaaz

PS: O local onde o corredor se situa foi um antigo berçário natural de elefantes, que agora podemos ajudar a trazer de volta! Após apenas três meses de trabalho dessa comunidade, leões, zebras, girafas e elefantes já começam a regressar em grandes números, chegando até mesmo a parir no local! 


Fontes: 

Vitória em caso de direito à terra dá o prêmio Goldman a líder maasai da Tanzânia prêmio (The Guardian) (em inglês)
http://www.theguardian.com/global-development/2016/apr/18/tanzania-land-rights-victory-earns-masaai-leader-goldman-prize-edward-loure 

Temos conjuntura internacional: chegou a hora de agir contra crimes contra a natureza, antes que seja tarde demais (Independent) (em inglês)
http://www.independent.co.uk/voices/campaigns/GiantsClub/we-have-the-international-momentum-now-it-is-time-to-act-on-wildlife-crime-before-it-is-too-late-a7002141.html 

Masai Mara: “Não vai demorar muito para o seu desaparecimento” (The Guardian) (em inglês) http://www.theguardian.com/travel/2013/aug/23/masai-mara-tourism-politics

Apoie os Masai (Avaaz)
https://secure.avaaz.org/po/stand_with_the_maasai_loc/ 



A Avaaz é uma rede de campanhas global de 44 milhões de pessoas que se mobiliza para garantir que os valores e visões da sociedade civil global influenciem questões políticas nacionais e internacionais. ("Avaaz" significa "voz" e "canção" em várias línguas). Membros da Avaaz vivem em todos os países do planeta e a nossa equipe está espalhada em 18 países de 6 continentes, operando em 17 línguas. Saiba mais sobre as nossas campanhas aqui, nos siga no Facebookou Twitter.

Nenhum comentário: